Volkswagen anuncia corte de 30 mil postos de trabalho; Brasil pode ser afetado

002

A Volkswagen anunciou nesta sexta-feira (18) o corte de 30 mil postos de trabalho em todo o mundo. Segundo informações do jornal O Globo, as demissões integram um plano do grupo para recuperar a rentabilidade após o “dieselgate”, quando foi descoberto que a empresa fraudava motores com dispositivos de manipulação de emissões poluentes, permitindo que os veículos passassem no teste – na verdade, as emissões eram nove vezes superiores ao permitido por lei. “A marca Volkswagen não dá dinheiro suficiente”, afirmou o presidente Herbert Diess, durante a entrevista coletiva na sede da empresa em Wolfsburgo. De acordo com o executivo, o objetivo é reduzir 3,7 bilhões em gastos anualmente até 2020. A maior parte das demissões deve acontecer na Alemanha: serão 23 mil postos de trabalho. Também podem ocorrer cortes em Brasil e Argentina, por conta das dificuldades enfrentadas nos dois mercados. “Eu sinto muito pelos afetados, mas a situação nos deixa apenas uma pequena margem de manobra”, afirmou Diess. Controladora de 12 marcas, como Audi, Porsche, Seat e Skoda, o grupo Volkswagen tem quase 600 mil funcionários em todo o mundo.

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esta matemática é de preenchimento obrigatório. * O prazo está esgotado. Digite novamente o valor CAPTCHA.