Ex-prefeito de Santo Amaro pode ter prisão preventiva decretada

Ricardo Machado é ex-prefeito de Santo Amaro I Foto: Reprodução

O ex-prefeito da cidade de Santo Amaro, Ricardo Machado, pode ser alvo de pedido de prisão preventiva caso não compareça à sede da Polícia Federal. O ex-gestor da cidade do Recôncavo Baiano tem apresentação voluntária prevista para a manhã desta sexta-feira (6). De acordo com a delegada de Repressão à Corrupção e Crimes Financeiros da Polícia Federal, Luciana Matutino, isso vale também para o ex-secretário de Saúde do município, Marcelo Otero, investigado pelo Ministério Público Federal e agora pela PF. Ao todo, foram sete mandados de condução coercitiva a serem cumpridos na manhã desta quinta-feira (6). A delegada explica que boa parte do dinheiro desviado era de recursos federais destinados à saúde, educação e da assistência social. Ainda segundo Luciana Matutino, os recursos foram desviados do Fundeb, Fundo Municipal de Saúde, Fundo Nacional de Assistência Social, Sistema Único de Saúde (SUS), além de convênios com Ministério das Cidades. O empresário apontado como operador da propina é tio de Otero e tem relação de proximidade com o Ricardo Machado. O ex-prefeito de Santo Amaro é investigado pela operação Adsumus, que apura desvios de recursos e irregularidades em contratos de obras públicas do município do Recôncavo. Com informações do Politica Livre

COMPARTILHE

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esta matemática é de preenchimento obrigatório. * O prazo está esgotado. Digite novamente o valor CAPTCHA.