Segunda turma do STF julgará deputados Mário Negromonte e Roberto Brito

O ministro-relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, liberou para julgamento na 2ª turma denúncia contra sete políticos do PP, entre eles os deputados federais pela Bahia Mario Negromonte Junior e Roberto Britto. Eles foram denunciados pelos crimes de corrupção e ocultação de bens. Estão na lista ainda Arthur Lira, Luiz Fernando Faria, Jose Otavio Germano e João Alberto Pizzolatti. Segundo denúncia da PGR, delações e investigação mostram que membros do PP recebiam propina da diretoria de Abastecimento da Petrobras. Com informações do BNws

COMPARTILHE

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esta matemática é de preenchimento obrigatório. * O prazo está esgotado. Digite novamente o valor CAPTCHA.