METADE DAS ESTRADAS DA BA SÃO RUINS
Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Somente cerca de 25% dos recursos de recuperação das rodovias na Bahia deixaram de ser investidos em 2019, de acordo com dados da Confederação Nacional de Transportes e da Secretaria de Infraestrutura do Estado. A Pesquisa CNT Rodovias 2019 apontou que é necessário um investimento de mais de R$ 2 bilhões. Este é o dinheiro necessário para recuperar as rodovias que cortam a Bahia com ações emergenciais, manutenção e reconstrução. O documento revela que 57,5% da malha rodoviária na Bahia apresenta algum tipo de problema, sendo considerada regular, ruim ou péssima. Os outros 42,5% da malha são considerados ótimos ou bons. A CNT também constatou que 83,8% da extensão das rodovias baianas são deficitárias e 16,2% ótimas ou boas. As pistas simples predominam em 96% dos casos. Do total de recursos autorizados pelo governo federal para infraestrutura na Bahia em 2019, de R$ 436 milhões, foram investidos R$ 330 milhões até setembro, o que corresponde a 75,7%. Em nível estadual, o Governo da Bahia investiu R$ 266 milhões em obras de recuperação e pavimentação de 622 km de estradas. (Informações: Jornal A Região)

Comente pelo Facebook
COMPARTILHE