PROFESSORES E PESQUISADORES CRIAM GRUPO PARA PRODUZIR MÁSCARAS PARA HOSPITAIS BAIANOS

Um grupo de professores, pesquisadores e voluntários está unido para tentar intensificar a fabricação de equipamentos de proteção individuais (EPIs), que deverão ser doados aos profissionais de saúde da rede pública da Bahia, para ajudar na prevenção contra o novo coronavírus.

O projeto é coordenado por membros da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública (Bahiana), Universidade do Estado da Bahia (Uneb), Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob) e Centro Juvenil de Ciência e Cultura, e tem parceria do Instituto Federal da Bahia (Ifba), da Secretaria de Sustentabilidade de Salvador, além de empresas e ONGs.

Idealizador do projeto, o professor e pesquisador da Bahiana, Atson Hernandes, explica como nasceu a ideia. “Surgiu a partir de uma demanda do Hospital Couto Maia. Esse tipo de material está em falta no mundo inteiro, na verdade. Uma médica de lá comentou do problema e pediu ajuda. Aí acionei colegas e propusemos produzir esses equipamentos”. Com informações do correio24horas

COMPARTILHE