CÃO DA PF QUE FAREJOU COCAÍNA ESTÁ SOB CUIDADOS MÉDICOS

Nauê cheirou demais e precisou ser hospitalizado

O cão farejador da Polícia Federal que identificou 30 sacos de gesso com cocaína, dentre os 3,5 mil existentes em um contêiner depositado no Porto de Suape, em Pernambuco, está em tratamento. O animal participou da operação, nesta sexta-feira (7) e sábado (8), que resultou na maior apreensão do entorpecente da história da região Nordeste do Brasil. ‘Nauê’, da raça pastor alemão, inalou muito pó de gesso e, por conta disso, precisou ficar sob cuidados médicos. Os sacos indicados pelo animal continham, no interior de cada um, 15 invólucros com cerca de um quilo da droga cada. Até o momento já foram descobertos 530 kg de cocaína pura pela PF. Fonte Bahia Noticias

Comente pelo Facebook
COMPARTILHE