Garota de 15 anos é morta ao se negar a ter relação com homem que conheceu pela internet
Vivia saiu de casa para encontrar-se com  Daniel, e desapareceu.

Vivia saiu de casa para encontrar-se com Daniel, e desapareceu.

Um homem de 19 anos foi preso no município de Vereda, na região de Itamaraju, no extremo-sul da Bahia, depois de confessar ter estrangulado uma adolescente que se negou manter relações sexuais com ele, segundo a Polícia Civil. A estudante Vivia Medeiros Soares, de 15 anos, saiu de casa para encontrar-se com  Daniel Max Santos de Jesus, e desapareceu. A polícia apurou que a adolescente e o suspeito se conheceram pela internet. Vivia Medeiros estava desparecida desde domingo (3) e o caso foi elucidado na última segunda-feira (4) depois que a polícia descobriu que a garota foi vista pela última vez na companhia de Daniel Max.

Ele confessou que estrangulou a menina e enterrou o corpo em um terreno no distrito de São João da Prata. De acordo com a polícia, Daniel Max contou que matou e enterrou o corpo da adolescente na zona rural do município após ter um ataque de fúria porque garota recusou-se a ter relações sexuais com ele. O corpo da estudante Vivia Medeiros estava enterrado no local indicado pelo jovem. Daniel Max confirmou ainda que conheceu Vivia pelas redes sociais. A menina estava enterrada em uma cova rasa, com uma blusa amarrada no pescoço. O acusado está preso em Teixeira de Freitas, no extremo-sul do estado.

Comente pelo Facebook
COMPARTILHE