Maquinista morre após resgate dramático de 7 horas no Rio

Imagem: Isto É

O maquinista de um dos trens que bateram na manhã desta quarta-feira (27) em São Cristóvão, no Rio de Janeiro, morreu após mais de sete horas de resgate, de acordo com informações do G1. Segundo a reportagem, logo após ser retirado da composição, os bombeiros iniciaram procedimento de reanimação, com massagem cardíaca e o uso de desfibrilador que durou cerca de 40 minutos. O maquinista, que ficou preso às ferragens, foi mantido vivo por horas respirando com auxílio de um balão de oxigênio e com transfusão de sangue e aplicação de soro. Além do maquinista, outras oito pessoas ficaram feridas no acidente. Sete delas foram atendidas e já receberam alta, e uma das vítimas foi para o Salgado Filho, no Méier, onde segue internado, com quadro estável. (Conteúdo, Isto É)

Comente pelo Facebook
COMPARTILHE