Acusado de matar e enterrar colombianos será julgado em 15 de março

Magno no primeiro plano e vítimas ao fundo|| Fotomontagem FRN

O juiz Gustavo Henrique de Almeida Lyra, da Vara de Execuções Penais da Comarca de Ilhéus, marcou para o dia 15 de março, no Fórum Epaminondas Berbert de Castro, o julgamento do comerciante Magno Rodrigues Silva, informa o blog FRN. Rodrigues é acusado de envolvimento no assassinato dos colombianos Diana Paola Zuluaga Grisales e Yorleth Andres Alban Tenório (lembrar). Os colombianos foram mortos em 18 de maio do ano passado, em Aritaguá, zona norte de Ilhéus.
Os corpos de Diana e Andres foram enterrados numa cova rasa, descoberta pela polícia na mesma noite do crime. O acusado e um comparsa estavam no local, mas conseguiram fugir de um cerco policial, segundo investigações. Magno Rodrigues se entregou 19 dias depois do duplo homicídio, em 6 de junho de 2018. De acordo com a polícia, Diana e Andres sofreram uma emboscada armada por Magno Rodrigues, que tinha uma dívida de R$ 50 mil com as vítimas. Em depoimento à polícia, o comerciante confessou participação no duplo homicídio e disse que os disparos contra os colombianos foram feitos por Cosme Santana Nunes, seu funcionário à época. Informações do Blog do Pimenta

Comente pelo Facebook
COMPARTILHE