GREVE DE FUNCIONÁRIOS PARALISA UNIDADE DA CARGILL EM ILHÉUS

A empresa acenou apenas com reajuste de R$ 767,00 para 785,00.

Os funcionários da Cargill em Ilhéus paralisaram a linha de produção, após a multinacional não conceder o reajuste do tíquete alimentação no valor mínimo de R$ 800,00. “A empresa acenou apenas com reajuste de R$ 767,00 para 785,00. O valor mais baixo pago pelas outras empresas é R$ 800,00”, afirmou o presidente do Sindicacau, Wilson Carlos Seles Drisostes. Segundo Wilson, a greve é por tempo indeterminado.

A empresa, disse o dirigente sindical, vem pagando o menor valor no tíquete há 3 anos e se nega a equipará-lo ao das demais multinacionais. “Tentamos acordo junto ao Ministério Público do Trabalho (MPT)”, afirmou, completando que não houve sucesso na tentativa. Empresas como a Barry Callebaut paga R$ 800,00 e a Olam R$ 820,00 de tíquete, segundo o Sindicacau. A Cargill emprega 285 trabalhadores na unidade ilheense. (Pimenta Blog)

Comente pelo Facebook
COMPARTILHE