Bahia







PESSOA QUE DESCUMPRIR ‘LOCKDOWN’ NO FIM DE SEMANA NA BAHIA PODE SER PUNIDA COM ATÉ UM ANO DE DETENÇÃO

Foto: Alberto Maraux / Divulgação / PM-BA

O artigo 12 do decreto estadual que estabeleceu uma espécie de “lockdown”, com liberação apenas de serviços essenciais na Bahia, de 20h desta sexta (26) até 5h de segunda (1), mostra que se uma pessoa descumprir as medidas ela poderá ter pena de detenção de até um ano. Conforme o artigo, “os órgãos especiais vinculados à Secretaria da Segurança Pública (PM e Polícia Civil) observarão a incidência dos arts. 268 e 330 do Código Penal, nos casos de descumprimento do quanto disposto neste Decreto”. Os artigos citados da CP foram editados ano passado para disciplinar as medidas compulsórias para enfrentar a Covid-19.

A implementação da medida independe de autorização judicial. O artigo 268 do CP aponta que “infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa” tem pena de detenção de um mês a um ano, além de multa. A pena é aumentada de um terço se o agente é funcionário da saúde pública. Já o artigo 330 do CP determina que “desobedecer a ordem legal de funcionário público” é passível de levar punição de detenção, de quinze dias a seis, além de multa.

COMPARTILHE

EM 8° DIA DE RESTRIÇÃO, 13 SÃO AUTUADOS NA RMS, CONQUISTA E TEIXEIRA DE FREITAS

Foto: Elói Corrêa/GOVBA

Treze pessoas foram autuadas por descumprimento do toque de recolhe entre 20h desta quinta-feira (25) e as 5h desta sexta-feira (26). Segundo a Polícia Civil, os flagrantes ocorreram em Camaçari e Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (RMS); Vitória da Conquista, no Sudoeste; e Teixeira de Freitas, no Extremo Sul baiano. Em Camaçari, quatro pessoas foram autuadas. Na cidade, alguns estabelecimentos comerciais também foram notificados por funcionamento após as 20h.

Ainda segundo a SSP-BA, os 13 infratores conduzidos foram autuados no artigo 268 (infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa). Nos oito dias do decreto estadual, 76 pessoas já foram flagradas em desobediência à medida. O toque de recolher tem por objetivo frear a disseminação da Covid-19 no estado. As ações são feitas pelas polícias Civil e Militar e equipes de guarda municipal.

COMPARTILHE

100 PESSOAS MORRERAM DE CORONAVÍRUS NAS ÚLTIMAS 24H NA BAHIA

Foto: Nara Gentil/Correio

Foto: Nara Gentil/Correio

Num momento de tensionamento da pandemia da Covid-19, a Bahia registrou mais dois recordes nesta quinta-feira (25). De acordo com o boletim divulgado pela Secretaria da Saúde (Sesab), o estado registrou o maior número de mortes em 24h e, no momento, detém o maior contingente de pessoas internadas em leitos de UTI desde o início da pandemia.

Nas últimas 24 horas, foram 100 novos óbitos acrescidos na conta da Sesab. Ao todo, já somam 11.488 desde março do ano passado. Em relação aos internados nas unidades de terapia intensiva, são 945. O recorde anterior havia sido registrado na última quarta-feira (24), quando havia 930 pessoas internadas. Inclusive, desde o dia 12 de fevereiro que este índice tem alta contínua.

COMPARTILHE

O QUE PODE E NÃO PODE? ENTENDA COMO VAI FUNCIONAR O ‘LOCKDOWN’ NA BAHIA

Foto: Felipe Iruatã/Ag. A Tarde

O governador da Bahia, Rui Costa, e o prefeito de Salvador, Bruno Reis, anunciaram nesta quinta-feira (25) que todo o estado da Bahia passará por uma espécie de ‘lockdown’. A medida estará em vigor entre às 17h dessa sexta (26) e termina às 05h de segunda (1º). Entenda como ela vai funcionar:

O QUE PODE FUNCIONARO

Estarão abertos apenas estabelecimentos que vendam itens considerados essenciais, como remédios e alimentos. Os deliverys também funcionarão até 0h. A única restrição será a venda de bebidas alcóolicas, que estará proibida até mesmo nos supermercados.

O QUE NÃO PODEO

Qualquer serviço não-essencial será fechado a partir de sexta. Comércio de rua será fechado às 17, seguido por bares e restaurantes que fecharão as portas 18h. Já os shoppings encerrarão às 20h. Eles só reabrirão na segunda-feira (1º). Práticas esportivas coletivas também estarão proibidas, assim como qualquer evento religioso ou festas. Estão proibidas aglomerações de qualquer natureza. Com informações do Giro em Ipiaú

COMPARTILHE

COM COVID-19, IRMÃO LÁZARO ESTÁ INTUBADO EM ESTADO GRAVE E SERÁ TRANSFERIDO PARA SALVADOR

Foto: Margarida Neide | Ag. A TARDE

O vereador de Salvador e cantor Irmão Lázaro (PL), 54 anos, foi hospitalizado com a Covid-19 em Feira de Santana e está sendo transferido para Salvador nesta quinta-feira (25). O estado de saúde é grave, o edil está intubado. O hospital para onde o vereador está sendo levado ainda não foi informado.  “Irmão Lázaro foi transferido para UTI na manhã desta quinta-feira (25)  devido ao seu quadro clínico após contaminação por Covid precisando ser entubado no final da manhã, devido a complicações. Diante do exposto, sua família e amigos reforça o pedido de orações. Cremos que, com a permissão de Deus, sua saúde será restaurada e agradecemos todo o apoio, orações e carinho recebidos até aqui”, divulgou a assessoria do vereador. Irmão Lázaro já foi deputado federal, em 2018 concorreu ao Senado e nas eleições de 2020 foi eleito para uma vaga na Câmara Municipal de Salvador.

COMPARTILHE

SECRETÁRIO DE SAÚDE DA BAHIA VOLTA A SER TRANSFERIDO PARA UTI

Foto : Mateus Pereira/GOVBA

Foto : Mateus Pereira/GOVBA

Internado desde a última sexta-feira (19) com Covid-19, o secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, precisou mais uma vez ser transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Aliança. De acordo com o boletim médico divulgado pela Sesab na manhã desta quinta-feira (25), a medida foi necessária para que ele fizesse uma fisioterapia respiratória mais intensa.  Apesar disso, o secretário segue estável, sem febre e com oxigênio em baixo fluxo. Ele permanece em uso de medicamentos, sendo assistido pelo pneumologista Sérgio Jezler e pelo infectologista Roberto Badaró. Até o momento, não há previsão de alta.

COMPARTILHE

BAHIA DEVE PRORROGAR TOQUE DE RECOLHER E ANÚNCIO SERÁ FEITO NO SÁBADO (27)

Rui Costa (PT) - Foto: Manu Dias/Governo da Bahia/Flickr

Rui Costa (PT) – Foto: Manu Dias/Governo da Bahia/Flickr

O governador Rui Costa (PT) afirmou nesta quarta-feira (24) que a situação na Bahia após ser decretado o toque de recolher será avaliada nos próximos dias e um novo anúncio será feito no próximo sábado (27). A condição principal estabelecida pelas autoridades é a ocupação dos leitos clínicos e de UTI. O estado chegou a 85% de lotação. Na semana passada, o governador decretou o toque de recolher das 22h às 05h. No entanto, na segunda-feira, diante do aumento do número de casos e mortes por Covid-19, o petista antecipou a medida para as 20h. Se o toque de recolher pode ser prorrogado, a situação pode ficar ainda mais restrita, caso os índices não caiam.

Rui não descartou a possibilidade de lockdown, que seria a proibição de circulação durante o dia e fechamento total do comércio, como foi adotado em outros locais do país e do mundo. “Pretendo sexta e sábado fazer uma reunião com prefeitos e tomar decisão no sábado. É importante que a gente possa anunciar com antecedência […] se todos colaborarem, talvez a gente não precisa fazer esse fechamento total. Mas se até sábado não conseguirmos resultado, teremos que anunciar”, declarou Rui Costa em participação no programa Balanço Geral, da TV Itapoan.

COMPARTILHE

BAHIA: GOVERNADOR ANUNCIA INÍCIO DO ANO LETIVO NA REDE ESTADUAL DE ENSINO

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

O início do ano letivo 2020/2021 na rede estadual de ensino está programado para o próximo dia 15 de março, de forma 100% remota. O planejamento foi anunciado pelo governador Rui Costa e pelo secretário da Educação, Jerônimo Rodrigues, durante o Papo Correria desta terça-feira (23). A volta do ensino no modo presencial não tem data prevista e está condicionada aos parâmetros sanitários relacionados à Covid 19 no estado.

O governador destacou que o início das aulas com atividades remotas irá contemplar todos os alunos da rede estadual. “Adotamos uma estratégia que irá atender a todos os alunos da rede estadual. Desde o início da pandemia, eu afirmei que não iria aceitar uma solução que alcançasse um número pequeno de alunos. Temos muitos estudantes que moram na zona rural e que não têm sequer sinal de celular. Por isso, estamos implementando esse início remoto das aulas, que não se trata de aula virtual por entender que não contemplaria os alunos que não têm sinal de telefone ou banda larga”, afirmou Rui.

Jerônimo Rodrigues explicou como foi planejado o início das atividades. “Nós podemos detalhar essas atividades, neste primeiro momento, em três datas. No dia 1º de março, nós chamaremos os profissionais da educação para se prepararem e, para a divulgação, com maior força, do que nós iremos fazer. No dia 8 de março, nós iniciaremos a jornada pedagógica Paulo Freire, fechando um ciclo de planejamento e preparação da rede estadual. No dia 15 de março, iniciaremos as aulas de forma remota”.

O planejamento da Secretaria da Educação do Estado indica a realização dos dois anos letivos, de 2020 e 2021, até o dia 29 de dezembro, com 1.500 horas aula. Serão três fases de atividades escolares. Após a etapa 100% remota, será a vez da fase híbrida, com três dias da semana de aulas remotas e outros três de aulas presenciais e, por fim, a retomada das aulas 100% presenciais.

MATRÍCULA AUTOMÁTICA 

A matrícula dos estudantes que já fazem parte da rede estadual de ensino será automática, ou seja, não será preciso se dirigir às unidades escolares ou fazer qualquer tipo de atualização cadastral via internet. Para os estudantes que irão ingressar na rede estadual, um calendário específico está em fase elaboração e será divulgado em breve. “Nós vamos disponibilizar canais de comunicação com a escola, com a Secretaria, com a Ouvidoria, para tranquilizar os pais sobre a matrícula”, acrescentou Jerônimo.

De acordo com a Secretaria da Educação, foram selecionadas plataformas digitais qualificadas, cadernos de conteúdo e livros didáticos para garantir o ensino e a aprendizagem na primeira fase do ano letivo. “Nós continuaremos usando a TVE, agora com um canal específico, o Educa Bahia, para que a gente possa deixar permanente, durante todo o dia, as atividades programadas de educação e as lives que nós achamos importantes”, completou o secretário.

COMPARTILHE

COVID-19: ‘ESTAMOS PERTO DO COLAPSO NAS REDES PRIVADA E PÚBLICA’, DIZ PREFEITO DE SALVADOR

Foto : Jefferson Peixoto/Secom

Foto : Jefferson Peixoto/Secom

O prefeito Bruno Reis (DEM) comentou o avanço do coronavírus em Salvador e disse que a cidade está próxima de chegar ao colapso do sistema de saúde, tanto na rede privada como na rede pública. Em entrevista a Geraldo Júnior hoje (22), na estreia do Sete Em Ponto, na Rádio Metrópole, ele afirmou que a característica principal da doença mudou e passou a atingir com mais gravidade as pessoas mais jovens.

“A prefeitura já reestabeleceu os números de leitos que tinha anteriormente. O estado abriu muito mais leitos no interior. De certa forma, temos mais leitos na Bahia do que tínhamos ano passado. Estamos perto de um colapso na rede privada e na rede pública. A gente que faz a gestão das UPAs percebe isso diariamente. Os últimos dados mostram que nós regulamos um total de quase 50 pacientes e temos 29 na espera para regular. Nunca isso aconteceu isso em nenhum momento aconteceu isso na cidade na primeira onda da pandemia, que tínhamos um total de 64. Chegamos a ter na semana passada 97 em regulação ou a serem reguladas”, afirmou o prefeito.

“Pior é que também eram pessoas mais idosas, com comorbidades. Hoje estamos vendo pessoas mais jovens. Isso comprova que essa nova cepa é mais agressiva e tem sintomas mais fortes. Eu sei que muitas pessoas já perderam a paciência, muitas até o medo, mas precisamos ter consciência de que o inimigo sofreu uma mutação e se fortaleceu. Se era perigoso, passou a ser mais perigoso”, acrescentou.

Questionado sobre as medidas de enfrentamento à pandemia, Bruno Reis não descartou alternativas mais duras para frear o avanço da Covid-19. Nesta segunda-feira, o prefeito desativou a terceira fase de reativação da economia da cidade, que consistia na reabertura de clubes sociais, praias, parques públicos, teatros e cinemas, entre outros espaços.

“Não sei se serão suficientes. Espero que sim. Espero que a antecipação do toque de recolher para 20h, fechamento de bares e restaurantes e as medidas setoriais dos três bairros com maior incidência na cidade, Brotas, Pituba e Itapuã, surtam efeitos, que essas decisões hoje das praias, clubes, campos e quadras, surtam efeitos e não tenhamos que desativar as outras fases, que atingiria o comércio como um todo e o setor produtivo de nossa cidade. Sabemos quantos empregos são gerados na cidade. Nosso desejo é parar por aí, mas para isso acontecer, os números precisam estabilizar e recuarem”, disse o prefeito.

COMPARTILHE

JUIZ AUGUSTO CESAR SILVA BRITTO MORRE POR CONTA DA COVID-19

Foto: Reprodução / Linkedin

Foto: Reprodução / Linkedin

O juiz Augusto Cesar Silva Britto faleceu nesta segunda-feira (22), por conta do novo coronavírus. A Associação dos Magistrados da Bahia (AMAB) confirmou o óbito e lamento o corrido. Cesar era filho do desembargador Cícero Britto e irmão dos desembargadores Tema Brito e Aliomar Britto, além do juiz Marcelo Britto. Segundo a Amab era considerado um magistrado sério e competente. “A Amab presta solidariedade e condolências aos familiares e amigos”, diz nota.

COMPARTILHE

SALVADOR COMEÇA SEMANA COM OCUPAÇÃO DE UTIS EM 79% E TRÊS HOSPITAIS COM 100%

Foto: Paula Fróes/GOVBA

Foto: Paula Fróes/GOVBA

Salvador começou esta segunda-feira (22) com ocupação de leitos de Tratamento Intensivo Covid-19 em 79% e taxa geral (enfermaria e UTI) em 81%. Algumas unidades de saúde da capital já operam em capacidade máxima desde a semana passada. O número de pacientes internados com a infecção pelo coronavírus em Salvador é de 861. A cidade possui no momento 1.059 leitos ativos. O painel de transparência da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) mostra que entre as unidades com 100% de UTIs Covid-19 adulto ocupadas estão o Hospital Português, o de Campanha do Itaigara, e a Maternidade Professor Maria de Magalhães Neto.

Perto disso, com mais de 95% Salvador tem os hospitais Municipal (95%), o do Subúrbio (95), o Sagrada Família (97%). Os leitos de UTI contratualizados no Hospital Evangélico já estão 90% utilizados. Enquanto no Instituto Couto Maia (Icom), unidade estadual referência no tratamento de doenças infecciosas, o índice é de 82% na manhã desta segunda. O hospital Espanhol, que é inteiramente dedicado ao tratamento de pacientes com a Covid-19 a taxa está em 58% e o Geral Ernesto Simões Filho registra 60%.

LEITOS DE ENFERMARIA

As unidades hospitalares que estão com a totalidade de leitos clínicos utilizados são o Hospital Santa Izabel, o de Campanha do Itaigara e o do Subúrbio.  No Sagrada Família e no Santa Clara o índice é de 90% e no Icom 92%.

COMPARTILHE

PELO TERCEIRO DIA CONSECUTIVO, BA REGISTRA RECORDE DE INTERNADOS EM UTIS COVID-19

Foto: Reprodução/Reuters

Foto: Reprodução/Reuters

Pelo terceiro dia consecutivo, a Bahia registra recorde de internados em leitos de UTI Covid-19. Neste domingo (21), de acordo com a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), 890 pessoas estão internadas em unidades de terapia intensiva. O boletim deste domingo apresenta mais 63 mortes em relação ao divulgado no último sábado (20).

Com estes números, o estado chegou a 80% de lotação dos leitos de UTI para tratamento do novo coronavírus. Por isto, o governador Rui Costa (PT)declarou a ampliação no horário do toque de recolher. Agora, em vez das 22h, a medida terá início, a partir desta segunda-feira (22), às 20h, e vai durar até às 5h.

COMPARTILHE

BAHIA ATINGE 80% DE OCUPAÇÃO DAS UTIs COVID E GOVERNADOR ANTECIPA TOQUE DE RECOLHER PARA 20HS

Foto: Reprodução / CNN

Foto: Reprodução / CNN

A Bahia atingiu a marca de 80% de ocupação dos leitos de UTI para Covid-19 neste domingo (21). Por conta disto, o governador Rui Costa (PT) anunciou a ampliação do toque de recolher, que passará a ser válido entre 20h e 5h, já a partir desta segunda-feira (22). Antes, a medida tinha início às 22h. O anúncio de Rui foi feito por meio do Twitter. “Infelizmente, alcançamos a marca de 80% de ocupação dos leitos de UTI na #Bahia e a consequência será a ampliação do horário do toque de recolher.

A partir desta segunda, dia 22, a restrição será das 20h às 5h.  A região Oeste será a única exceção na atualização do decreto”, escreveu. De acordo com o petista, o atendimento dos bares e restaurantes só será permitido até às 18h. O funcionamento do transporte metropolitano só será permitido até 20h30, delivery de alimentos até 23h. “Medidas visam conter avanço do coronavírus. Estamos vivendo um momento extremamente grave e conto com a compreensão de todos”, disse o governador.

COMPARTILHE

COM 100% DOS LEITOS DE UTI COVID OCUPADOS, FEIRA AVALIA UTILIZAÇÃO DE UPAS E POLICLÍNICAS

Foto: Kid Júnior/Reprodução

Foto: Kid Júnior/Reprodução

Feira de Santana não tem mais leitos de UTI públicos disponíveis  para tratamento da Covid-19. A informação foi divulgada neste domingo (21) pelo prefeito Colbert Martins (MDB), em entrevista ao programa de Silvério Silva. Segundo o gestor feirense, às 7h40 deste domingo havia 14 pessoas internadas na UTI do Hospital de Campanha, e 21 internados nos leitos clínicos. Contudo, entre 8h e 12h mais quatro pacientes com quadros graves deram entrada na unidade hospitalar.  Colbert demonstrou preocupação com a possibilidade de a cidade não conseguir mais admitir pacientes infectados com o vírus.

“O diretor (Dr. Francisco Mota, do Hospital de Campanha) me ligou avisando que internaram mais quatro pessoas, dezoito é o número máximo de pessoas que podemos ter na UTI. Isso significa que as pessoas precisam ter extremo cuidado, pois a doença está evoluindo numa velocidade enorme. Não tem mais vaga pra internar na UTI do Hospital de Campanha, e a informação que eu tenho é que o Hospital Geral Clériston Andrade está também com 100% de ocupação”, informou. Ao site Acorda Cidade, o prefeito indicou que, para evitar a manutenção do estado de colapso, o secretário de saúde visitou na manhã de hoje as Upas e Políclínicas do município a fim de aumentar o número de leitos de internação.

“Para ampliarmos nossas possibilidades de internação nas salas vermelhas, que existem nessas unidades. Tem dois respiradores em cada policlínica. Então isso é possível para as internações de maior gravidade. Se tiver necessidade será feita a internação desse tipo de paciente nesses locais. No Hospital de campanha não dá, já está no limite. Estamos tentando ver a possibilidade de ampliação lá, mas ainda não tivemos como. As sete policlínicas podem internar pacientes”, afirmou.

COMPARTILHE

‘SE OCUPAÇÃO CHEGAR A 80%, VAMOS AMPLIAR TOQUE DE RECOLHER’, ALERTA RUI COSTA

Foto: Paula Fróes

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), afirmou que vai ampliar o horário do toque de recolher no estado e restringir atividades econômicas, caso a ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para Covid-19 atinja 80% no estado. Nesta sexta-feira (19), a taxa está em 77%, segundo a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab). “Se chegar a 80%, vamos, em 24h, ampliar o horário do toque de recolher, antecipar bastante e fazer restrição daquilo que gera mais aglomeração, atividades exercidas sem uso de máscaras e em lugares fechados”, disse o governador, em entrevista ao Bahia Meio Dia, da TV Bahia. O petista, entretanto, não citou quais atividades podem ter funcionamento proibido.

Outra medida avaliada, caso a situação se agrave, é reativar os leitos do Hospital de Campanha da Arena Fonte Nova. Rui afirmou que já autorizou realização de processo para contratar uma Organização Social (OS) que possa administrar a unidade. Ao Bahia Notícias, o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, revelou que a reabertura do hospital acontecerá se a ocupação das UTIs atingir 85%. O governador alertou que, com a reabertura na Fonte Nova, o estado atinge sua capacidade de montar leitos de UTI para tratar pacientes com Covid-19. “Vamos atingir o que tínhamos em junho do ano passado, no pior momento da pandemia.”

COMPARTILHE

BAHIA SUPERA 11 MIL ÓBITOS PELA COVID-19 E TEM 78% DOS LEITOS DE UTI OCUPADOS

Foto: Paula Fróes/GOVBA

O boletim da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) divulgado no início da noite desta sexta-feira (19) apresenta informações concretas que demonstram o agravamento e avanço da Covid-19 na Bahia, a exemplo do número de pacientes internados em leitos de UTI. São 867 pacientes, a maior margem dos últimos seis meses.  Outro marco é o acumulado de óbitos, que já supera a margem de 11 mil. No total, 11.060 pessoas já perderam a vida por complicações da Covid-19. Sessenta e cinco registros de falecimento foram contabilizados nas últimas 24h (ocorridos em datas diversas).

A Bahia conta atualmente com 17.306 casos ativos da doença, o maior deste ano e similar aos contabilizados em julho do ano passado, período de pico da pandemia no estado.  A ocupação de leitos de UTI Covid-19 adulto já atinge a marca de 78%, de acordo com site da transparência da Sesab. De acordo com o boletim desta sexta, o estado possui 2.145 leitos exclusivos para pacientes com o diagnóstico do coronavírus, sendo 1.114 de Terapia Intensiva. O número de leitos em funcionamento já é superior ao registrado em 2020.

“Se não houver uma rápida redução do número de casos graves, a cada dia nos aproximamos da última reserva técnica que estava sob gestão estadual, que é a reabertura do hospital de Campanha Arena Fonte Nova, em Salvador. Lá tínhamos capacidade para 240 leitos, sendo 100 de terapia intensiva (UTI)”, alerta Fabio Vilas-Boas, secretário de Saúde da Bahia. Entra em vigor nesta sexta, a partir das 22h, o toque de recolher implementado pelo governo estadual como medida de contenção à proliferação da doença.

COMPARTILHE

BAHIA PRORROGA DECRETO QUE PROÍBE SHOWS E AULAS NA CAPITAL E NO INTERIOR

Foto: Paula Fróes/GOV-BA

Foto: Paula Fróes/GOV-BA

Os shows e as aulas nas unidades de ensino das redes pública e privada continuam suspensos em toda a Bahia. O governo do Estado decidiu prorrogar até 28 de fevereiro o decreto nº 19.586, que venceria no próximo domingo (21). A prorrogação será publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) deste sábado (20).

O decreto ainda proíbe a realização de atividades com público superior a 200 pessoas, como passeatas, feiras, circos, eventos científicos, desportivos e religiosos. Shows e festas, públicas ou privadas, seguem proibidos independentemente do número de participantes. Cerimônias de casamento e solenidades de formatura podem ser realizadas desde que limitadas a até 200 pessoas. A parte festiva desses eventos não está permitida.

COMPARTILHE

COM HOSPITAIS DO INTERIOR SOB PRESSÃO, SESAB VAI REGULAR PACIENTES PARA OUTRAS CIDADES

Foto: Reprodução/CNN

Com o sistema de saúde da Bahia sob grande pressão e hospitais do interior a beira do colapso (leia mais aqui), a Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab) decidiu transferir alguns pacientes. A pasta informou que aquelas pessoas internadas em cidades cujos hospitais estão com lotação quase completa serão regulados para Salvador ou outras cidades do interior com disponibilidade de vaga.

Caso a alta demanda por leitos se mantenha e a taxa de ocupação no estado ultrapasse os 85%, o governo estadual vai remobilizar o hospital de campanha da Arena Fonte Nova. O último boletim epidemiológico da Sesab, desta quarta-feira (18), informou que a taxa de ocupação de UTIs na Bahia estava em 75%. O índice total de utilização de leitos era de 68%.

COMPARTILHE

INFECTOLOGISTA ALERTA PARA RISCO DE COLAPSO NA SAÚDE: “VAI ACONTECER NA BAHIA O QUE ACONTECEU EM MANAUS”

Foto: Divulgação

O infectologista Gubio Soares, professor da Ufba, fez um alerta, em entrevista ao programa BNews Agora, na rádio Piatã FM, nesta quarta-feira (17), sobre o risco de colapso na saúde da Bahia por causa do aumento de casos do novo coronavírus. “A população tem que entender o seguinte: temos 200 milhões de pessoas no Brasil, não vai ter vacina tão facilmente assim, porque o mundo inteiro quer vacina, e não temos garantia que as vacinas vão reduzir ou proteger a maioria das pessoas.

[…] Vai acontecer aqui na Bahia o que aconteceu em Manaus”, disse o infectologista. Ainda segundo o professor, já é esperado que apareça novas mutações do coronavírus. “O vírus vai continuar procurando mutação, vai aparecer não só essa [do Reino Unido, na Bahia], como outra. É natural que o vírus faça isso porque quer sobreviver no hospedeiro”, disse.

COMPARTILHE

SESAB CONFIRMA TRANSMISSÃO COMUNITÁRIA DA VARIANTE DO CORONAVÍRUS DO REINO UNIDO NA BAHIA

Foto: Divulgação/Lacen-BA

A Vigilância Epidemiológica do Estado da Bahia confirmou nesta quarta-feira (17) a transmissão comunitária no estado da variante B.1.1.7 do SARS-CoV-2, originalmente detectada no Reino Unido. O resultado veio após o sequenciamento genético da amostra de um homem de 62 anos, residente em Salvador, sem histórico de viagem ao exterior, nem contactantes com esse perfil.

O sequenciamento genético da amostra foi realizada pela Fiocruz, no Rio de Janeiro.  De acordo com a diretora da Vigilância Epidemiológica do Estado, Márcia São Pedro, “a transmissão autóctone ou comunitária é assim chamada quando as equipes de vigilância não conseguem mapear a cadeia de infecção, não sabendo quem foi o primeiro paciente responsável pela contaminação dos demais”, explica a diretora.

Até o momento, a Bahia identificou outros três casos suspeitos da variante do Reino Unido e confirmou a circulação da mesma linhagem do SARS-CoV-2 presente em Manaus, que é a P.1, em 11 pessoas, todos com origem na região Amazônica. O Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA), que é a terceira maior unidade de vigilância laboratorial do país e classificado na categoria máxima de qualidade pelo Ministério da Saúde, iniciará o sequenciamento de 300 novas amostras dos estados da Bahia, Sergipe, Alagoas, Piauí, Pernambuco e Rio Grande do Norte.

COMPARTILHE

EM 24 HORAS, BAHIA REGISTRA 66 ÓBITOS POR COVID-19 E 3.849 CASOS DA DOENÇA

Foto : Paula Fróes/GOVBA

Foto : Paula Fróes/GOVBA

A Bahia registrou 66 óbitos por Covid-19 e 3.849 novos casos da doença em 24 horas, segundo boletim divulgado hoje (16) pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 10.864, representando uma letalidade de 1,71%.

Dos 635.494 casos confirmados desde o início da pandemia, 609.546 já são considerados recuperados e 15.084 encontram-se ativos. A taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto é de 74%, o que representa um aumento de 1% em 24h.

COMPARTILHE

RUI PEDE A PREFEITOS QUE FECHEM ATIVIDADES NÃO ESSENCIAIS E AMEAÇA TOQUE DE RECOLHER

Foto: Reprodução do Facebook/Rui Costa

Foto: Reprodução do Facebook/Rui Costa

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), afirmou nesta terça-feira (16) que vai voltar a determinar o fechamento de atividades não essenciais para reduzir a contaminação pelo coronavírus no estado. Diante do aumento de casos e óbitos provocados pela pandemia, ele pediu aos prefeitos que proíbam “atividades que gerem aglomerações” e ameaçou decretar toque de recolher nos municípios que se negarem a atender a solicitação. “Estou falando de atividades que geram aglomerações em lugares confinados, como cinemas, teatros, bares e restaurantes que tenham ambientes confinados”, disse o governador em entrevista ao Bahia Meio Dia, da TV Bahia.

Rui ainda declarou que, diante da possibilidade de colapso no sistema de saúde, manter o funcionamento de atividades econômicas do tipo não é essencial. “Nós temos que fazer escolhas. Ou nós fechamos fábricas, comércios ou fechamos bares, restaurantes com ambientes confinados. Nós temos que escolher juntos. O que é melhor: chegar no colapso e fechar tudo ou escolher as atividades não essenciais? Eu entendo que, num momento em que está se morrendo tanta gente, não tem leito para todo mundo, ter um bar funcionando não é essencial.

O que não é essencial acho que está no momento de fechar novamente para evitar o pior, evitar cenas de pessoas morrendo sem assistência médica”, declarou, acrescentando que o governo avalia a adoção de um “toque de recolher, dessa vez geral no estado ou nas regiões com alta taxa de contágio”. Ao longo da primeira onda da pandemia na Bahia, diversas cidades passaram por toque de recolher, com a suspensão de todas as atividades não essenciais entre às 18h e às 5h. Agora que os números de novos casos de Covid-19 e a taxa de ocupação dos leitos voltaram a crescer, a medida é, de novo, vista como uma forma de combate à transmissão do vírus. De acordo com Rui, o assunto será discutido em reunião com a União dos Municípios da Bahia (UPB), nesta terça.

COMPARTILHE

COLBERT DIZ QUE FEIRA DE SANTANA ENFRENTA PIOR MOMENTO DA PANDEMIA

Foto: Prefeitura de Feira de Santana

O prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins (MDB), alertou para o aumento dos casos graves do novo coronavírus na cidade. Em um vídeo publicado nas redes sociais nesta segunda-feira (15), ele afirmou que 16 pessoas estão internadas no hospital de campanha, que tem capacidade para 18 pacientes. Além disso, 20 pessoas estão nas enfermarias. Na publicação, o mandatário disse ainda que o município enfrenta o pior momento desde o início da pandemia da Covid-19.

De acordo com ele, 446 pessoas morreram na cidade até esta segunda. “Neste momento, nós estamos com uma gravidade maior da doença do que em julho do ano passado. Neste carnaval, quem está fazendo festa é a Covid-19. Está fazendo festa e matando. Pessoas que estão, não só em Feira de Santana, mas de vários outros lugares da Bahia estão saindo de Feira, voltando para cá, se aglomerando e trazendo doença para sua casa. (…) O momento pior da pandemia está acontecendo agora”, afirmou.

COMPARTILHE

SECRETÁRIO DA EDUCAÇÃO DIZ QUE BAHIA ‘NÃO TEM CONDIÇÕES’ DE RETOMAR AS AULAS

Foto: Divulgação

O secretário da Educação da Bahia, Jerônimo Rodrigues, reiterou, em entrevista à TV Record na manhã desta terça-feira (16), que o estado não tem “condições” da retomada das aulas em meio à pandemia do novo coronavírus. “Não estamos dispostos a aumentar” os números da doença, contou o titular da pasta.

“Não temos essa condição agora. Neste último final de semana, por exemplo, o governador [Rui Costa] foi muito duro com a sociedade baiana garantindo que a gente não pode vacilar. Em quatro dias tivemos a média de 60% de óbitos diariamente. Não estamos dispostos a aumentar esses números”, disse.

“Temos municípios no estado da Bahia, como Itabuna, Ilhéus e Feira de Santana, que estão com saturação de leitos, chegamos a 100% de ocupação. Aqui, em Salvador, nós estamos com a média de 70 a 75% de leitos ocupados”. “Todos nós estamos muito agoniados, queremos a volta das aulas. É um prejuízo para o Ensino Infantil, de adultos, seja na creche ou nas universidades. Nós temos essa clareza”, acrescentou Jerônimo Rodrigues.

COMPARTILHE

SECRETÁRIO DE SAÚDE CRITICA LIVES DE CARNAVAL NO FIM DE SEMANA: ‘FALTA DE COMPAIXÃO’

Foto: Chayenne Guerreiro / Bahia.ba

Foto: Chayenne Guerreiro / Bahia.ba

O secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, criticou as lives feitas por artistas neste fim de semana para celebrar o Carnaval. Para o titular da Sesab, não há o que comemorar diante do agravamento da pandemia de Covid-19. Ainda segundo ele, as apresentações incentivam aglomerações em espaços fechados, o que favorece a contaminação pelo coronavírus.  “Eu critico por duas razões. Primeiro, é uma falta de compaixão com o sofrimento alheio. Segundo: ela [live] estimula reuniões em ambientes fechados. Ninguém assiste televisão ao ar livre. Alguém, em alguma sala, em algum apartamento, vai se reunir com várias pessoas, sem máscara, o que vai facilitar, infelizmente, a disseminação do vírus”, lamentou Vilas-Boas, em entrevista ao Bahia Notícias.

Na impossibilidade de haver Carnaval por causa da pandemia, artistas como Cláudia Leitte, Ivete Sangalo, Daniela Mercury, Bell Marques, Léo Santana, Xanddy e Tony Sales fizeram lives entre sexta e domingo, para marcar a data.  O secretário também criticou aglomerações registradas neste fim de semana, em festas particulares para celebrar a folia momesca. “Eu recebi vários vídeos de pessoas fazendo festas de Carnaval, vídeos de pessoas em escunas lotadas na Baía de Todos os Santos. Não tenho dúvidas que, daqui a uma semana, vai voltar a subir [o número de casos].

COMPARTILHE