ANÁLISE CONSTATA QUE PESCADOS NÃO FORAM CONTAMINADOS COM SUBSTÂNCIAS DO PETRÓLEO
Foto: Divulgação/Assessoria Adab

Foto: Divulgação/Assessoria Adab

Uma pesquisa feita com os pescados coletados nas cidades baianas de Conde e Salvador constatou que os animais avaliados não têm vestígios de contaminação. O resultado da análise foi divulgado nesta sexta-feira (22) pela Bahia Pesca e apontou que os pescados não têm níveis de hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPAs) — que são compostos cancerígenos — acima dos adotados como seguros pela Agência de Proteção Ambiental dos EUA (USEPA). Pelo menos 23 amostra foram analisadas de aproximadamente 150 animais, a exemplo de ostras, caranguejos, siris e pescados coletados em Conde, Jandaíra, Entre Rios, Salvador e Camaçari.

As coletas aconteceram entre 23 de outubro e 1º de novembro. O estudo foi feito pelo Laboratório de Estudos do Petróleo (Lepetro), da Universidade Federal da Bahia (Ufba). Os resultados das análises dos pescados coletados no litoral sul devem ser divulgados no dia 20 de dezembro. Conforme o órgão, os resultados já foram enviados para as agências de vigilância sanitária, que têm competência para se manifestar sobre segurança do consumo.

Comente pelo Facebook
COMPARTILHE