Bahia: Golpista que se passava por policial civil é preso
Cláudio também é suspeito de praticar tráfico de armas

Cláudio também é suspeito de praticar tráfico de armas.

Policial civil, assessor parlamentar de políticos baianos e empresário de cantores de axé eram algumas das identidades pela qual Cláudio Luiz Lima de Moradillo, de 38 anos, se passava. Preso por falsidade ideológica, o golpista foi detido nesta terça-feira (30), no bairro Jardim Cruzeiro, de acordo com a Polícia Civil. Segundo a polícia, Cláudio era “bem articulado” e já vinha sendo investigado há quatro meses por golpes cometidos. Ele foi apresentado nesta quinta-feira (1º) e autuado por usurpação de função pública, falsidade ideológica e porte ilegal de arma. No momento da prisão, o acusado portava um distintivo e um brasão com a insígnia de uma instituição policial, além de um revólver calibre 38. Ele já tem passagem pela 3ª Delegacia por receptação, e também pela Delegacia de Repressão ao Estelionato e Outras Fraudes (Dreof). Ainda segundo a Polícia Civil, Cláudio afirmou no interrogatório que revendia produtos eletroeletrônicos, supostamente apreendidos pela Receita Federal, obtidos ilicitamente. As pessoas que caiam no seu golpe pagavam antecipadamente pelo bem, mas não recebiam o produto e nem tinham o dinheiro devolvido.

COMPARTILHE