Algemado, Argôlo deixa cadeia para exame de corpo de delito no IML

002 (1)

Algemados, o ex-deputado Luiz Argôlo e outros cinco presos na Operação Lava jato fizeram exame de corpo de delito no Instituto Médico legal (IML) de Curitiba, neste sábado (11). Segundo informação do G1, os seis, dos sete presos retornaram em seguida para a carceragem da Polícia Federal. Apenas o ex-deputado Pedro Corrêa, que cumpre prisão em regime semiaberto em Pernambuco, não passou pelo procedimento, considerado de praxe pela PF. Ele ainda não chegou a Curitiba. O Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou a transferência dele para Curitiba, mas a Polícia Federal ainda não informou quando será feita. Além dos dois deputados citados e do, também ex-parlamentar Pedro Corrêa (PP), os demais presos na 11ª fase da Operação Lava Jato, que investiga um esquema bilionário de corrupção, desvio e lavagem de dinheiro são Leon Vargas, irmão de André Vargas, preso em Londrina; Élia Santos da Hora, secretária de Argôlo, presa em Salvador; Ivan Mernon da Silva Torres foi preso em Niterói; Ricardo Hoffmann, diretor de uma agência de publicidade em Curitiba, foi preso em Brasília.

COMPARTILHE