Após fuga de detentos da Mata Escura, governo exonera quatro funcionários da Seap

Foto: Reprodução / Ilha FM

Diante da fuga de 25 detentos do Complexo Penitenciário da Mata Escura, na tarde da última segunda (3), o governo do Estado decidiu exonerar quatro funcionários da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap). Os servidores demitidos foram o diretor da Superintendência de Gestão Prisional, Hari Alexandre Brust Filho, e a assessora administrativa do setor, Suelane Pereira dos Anjos Reis; o diretor da Superintendência de Ressocialização Sustentável, Eudálio Sales Lisboa; e o assessor técnico da Diretoria Geral, Nilton Manoel do Nascimento. Todas as exonerações foram publicadas no Diário Oficial do Estado (DOE), dessa quarta-feira (5), assim como as quatro novas nomeações para as vagas referidas. Assim, Gervásio Prazeres de Carvalho foi nomeado diretor da Superintendência de Gestão Prisional e Murilo Novaes Santos Machado como assessor administrativo do setor; Miriam Bruno da Silva foi nomeada diretora da Superintendência de Ressocialização Sustentável; e Jaqueline Batista da Cruz como assessora técnica da Diretoria Geral. De acordo com a publicação, Valter Tavares da Silva foi ainda nomeado para, na condição de suplente, substituir Tamiles Cardoso de Lima no Grupo de Estudos como representante da Secretaria de Infraestrutura. Dos 25 fugitivos, apenas Ivanildo Bispo dos Santos, condenado a quatro anos e seis meses por roubo, foi recapturado.

COMPARTILHE