BAHIA: APROVADA A CRIAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL DA BAHIA
Foto: Audiência Pública discute campus da UFESBA em Teixeira de Freitas

Foto: Audiência Pública discute campus da UFESBA em Teixeira de Freitas

Nesta quarta-feira (31), o colegiado da Comissão de Finanças e Tributação (CFT) da Câmara dos Deputados aprovou, de maneira conclusiva, o projeto do Executivo que cria a Universidade Federal do Sul da Bahia – UFESBA.

A votação se tornou possível por um acordo liderado pelo deputado federal Afonso Florence (PT-BA), que apresentou requerimento pedindo a apreciação imediata da matéria. “O povo da Bahia conquista mais uma universidade federal que vai promover o ensino, pesquisa e extensão e, com isso, trazer mais desenvolvimento para a região Sul e Extremo Sul baiano”, comemora Florence.

A criação da Ufesba teve participação decisiva do deputado federal Geraldo Simões (PT/BA) que desde o início do processo mobilizou a bancada baiana e atuou no sentido de que a sede do campus principal seja instalada em Itabuna. “Trata-se de uma conquista histórica para Itabuna e o Sul da Bahia, que vai beneficiar milhares de jovens e contribuir para a capacitação da região, com a chegada de investimentos importantes como o Porto Sul,. A Ferrovia Oeste Leste e o Gasoduto da Petrobrás”, afirmou Simões.

Estima-se um período de quatro anos para a completa implantação da UFESBA. Serão criados 36 novos cursos de graduação, tendo como meta atender 11.110 estudantes nos cursos de graduação e pós-graduação. O modelo institucional e acadêmico a ser adotado para a implantação da UFESBA será multicampi. Inicialmente, contará com dois campi, nos municípios de Porto Seguro e Teixeira de Freitas, além da sede no município de Itabuna.

O quadro de pessoal efetivo previsto para a Universidade será composto por 1240 cargos, sendo: 617 cargos de professores do magistério superior, 623 cargos técnico-administrativos.

(Informações: blogdothame)

COMPARTILHE