Bahia: Com alta taxa de governismo, Lúcio promete ser ‘mais duro’ com Dilma em 2016
Foto: Bruna Castelo Branco / Bahia Notícias

Foto: Bruna Castelo Branco / Bahia Notícias

O deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA) afirmou que o dado que aponta seu “nível de governismo” diz também que ele não faz parte da “turma do quando pior, melhor” (entenda aqui). “Sou uma oposição séria, a favor do Brasil. Dei todos os créditos a esse governo, votei o ajuste fiscal com o governo por achar que algo tinha que ser feito e as oposições não apresentaram nenhuma proposta, infelizmente o ajuste não deu o resultado esperado. O governo perdeu o resto do crédito que tinha comigo, pela incompetência, pela falta de credibilidade e falta de responsabilidade”, afirmou, em contato com o Bahia Notícias. Ainda de acordo Lúcio, em 2016 ele pretende ser “mais duro” com a presidente Dilma Rousseff. “As propostas enviadas pela presidente não tiraram o brasil do caos que ela colocou. Efetivamente, serei mais duro, uma vez que o Congresso demonstrou incompetência para obter resultados positivos”, apontou. Para o peemedebista, quando o povo coloca alguém na oposição, ele coloca para fiscalizar, criticar e propor alternativas e, quando necessário, apoiar o que for bom do governo. “Esse tem sido o meu comportamento”, descreveu.

COMPARTILHE