BUERAREMA: MULHER GRÁVIDA E FILHO SOMEM EM VIAGEM DE ITABUNA PARA SP; NOVO HORIZONTE É ACIONADA
Cauã e Girlane desapareceram durante viagem em ônibus da Viação Novo Horizonte.

Cauã e Girlane desapareceram durante viagem em ônibus da Viação Novo Horizonte.

Dois passageiros de um ônibus da Viação Novo Horizonte são considerados desaparecidos por familiares que residem em Buerarema, no sul da Bahia. Girlane Carvalho Silva e o filho, Cauã, de nove anos, saíram de Itabuna, na segunda, 21, para São Paulo, mas não chegaram ao destino nem foram localizados pela família ou pela empresa de ônibus.

Terezinha Carvalho Barbosa, tia de Girlane, disse que o último contato da sobrinha foi ontem. Girlane saiu grávida de gêmeos, mas conseguiu ligar para o marido em Canavieiras, a quem disse que teve parto prematuro, de sete meses. Os bebês passavam bem, porém a mãe reclamava de dores.

O drama aumento, pois o contato foi rápido e Girlane não informou em qual hospital estava, dificultando as buscas de familiares, que se queixam do tratamento que a Viação Novo Horizonte vem dando ao caso. Parentes retornaram para o número pelo qual Girlane entrou em contato, mas as chamadas não são atendidas. Ligações também foram feitas pela família e pelo PIMENTA para hospitais e maternidades de Governador Valadares (MG).

O escritório da empresa de ônibus em Vitória da Conquista (BA) informou que os nomes da mulher e do filho não constavam na lista de passageiros do ônibus que saiu do sul da Bahia às 10 horas da segunda-feira passada. Uma funcionária de prenome Carla sugeriu que Girlane não havia entrado no ônibus.

A mãe de Girlane, Ernesta Carvalho, rebate a empresa e afirma que ela mesma embarcou a filha e o neto no ônibus da Novo Horizonte. O veículo, disse, saiu atrasado em cerca de 30 minutos. A partida estava marcada para as 9h30min, mas só aconteceu às 10h.

A empresa não soube explicar como o motorista deu sequência à viagem  para São Paulo sem a passageira. Funcionários também negam que Girlane tenha entrado em trabalho de parto no veículo. No contato mantido com a direção da empresa em Conquista, foi omitido que o ônibus em que a mulher e o filho seguiam quebrou em Governador Valadares (MG) e os passageiros ficaram por várias horas à espera de outro veículo.

Fonte: Pimenta Blog

COMPARTILHE