Com débito de R$ 1,2 mi na Coelba, prefeitura de Jequié tem energia cortada

001

A prefeitura de Jequié, no Médio Rio de Contas, está às escuras. De acordo com o vereador Pé Roxo (PT), além da sede do poder municipal, o centro de abastecimento da cidade também teve o fornecimento de energia interrompido por uma dívida de quase R$ 1,2 milhão com a Coelba. “Os comerciantes que tinhas suas coisas nas geladeiras e freezeres perderam tudo. Este centro é um dos vetores da economia do município e não pode ficar assim”, denunciou, em entrevista ao Bahia Notícias, nesta quinta-feira (29). Contatada pelo BN, a Coelba confirmou o corte e disse que a energia só será religada após negociação com a prefeitura – o que ainda não aconteceu. Além da evidente falta de dinheiro, Pé Roxo creditou os cortes à falta de vontade da prefeitura, Tânia Britto (PP). “O município de Jequié é gerido para um grupo que se beneficia com dinheiro público”, apontou. Procurada pelo Bahia Notícias, Tânia não atendeu às ligações. (Alexandre Galvão).

COMPARTILHE