Eunápolis: Após conseguir custeio para transplante, bebê de um ano morre

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.htFU4v2KMw

O bebê Pedro Gomes de Oliveira, de um ano, que esperava por um transplante de intestino, morreu neste domingo (9), devido a complicações de uma infecção generalizada. A morte aconteceu 21 dias após a Justiça determinar que a União se responsabilizasse por pagar o tratamento do bebê, que seria realizado nos Estados Unidos. Natural do município de Eunápolis, na região baiana da Costa do Descobrimento, o garoto estava internado desde julho de 2014 no Hospital Felício Rocho, em Belo Horizonte. O advogado da família, José Antônio Guimarães Fraga, informou ao site G1 que a confirmação do pagamento da cirurgia pelo Sistema Único de Saúde (SUS) foi recebida recentemente. Pedro seria operado no hospital Jackson Memorial, em Miami. “Os passaportes também já haviam sido expedidos. Estávamos aguardando apenas a obtenção do visto, a contratação do transporte aéreo e alguns outros trâmites pequenos. Faltava pouco”, lamentou Fraga. A família lançou até mesmo uma campanha na tentativa de salvar a criança. A “Salve o Pedrinho – Um pequeno gesto e um grande milagre” arrecadou mais de R$ 880 mil até o final de julho. Para realização do transplante, seriam necessários R$ 1 milhão. (Bahia Noticias).

COMPARTILHE