Feira de Santana: Homem que matou Pastor foi preso com cinco quilos de cocaína

001 (3)

A polícia prendeu o acusado de matar no dia 11 de dezembro de 2010 o pastor evangélico Alberto Lima Gonzaga, 44 anos, na cidade de Feira de Santana, a cerca de 110 km de Salvador. Foragido há cinco anos, Mario Sérgio de Jesus, 35 anos, foi preso na sexta-feira (18), em Lauro de Freitas, região metropolitana da capital baiana. Ele foi encaminhado para o Conjunto Penal de Feira. Pastor Beto, como era conhecido, foi morto após um acidente de trânsito no qual atropelou uma criança, no bairro Rua Nova. Após o acidente, ele foi morto a tiros por Mario Sergio. Uma testemunha que presenciou o crime disse à polícia que o motivo foi fútil, já que o pastor que seguia em uma motocicleta foi fechado por um veículo, e ao frear, e caiu na calçada. A criança que estava na rua saiu correndo, chocou-se com a moto e caiu. Com ferimentos leves ela não precisou de atendimento médico. Em entrevista ao Acorda Cidade, o delegado João Rodrigo Uzzum informou que Mário Sérgio foi preso por policiais militares da CIPE Polo, em um village alugado há 15 dias na praia de Ipitanga. Com ele, a polícia encontrou e apreendeu cinco quilos de cocaína e 1.700 gramas de maconha. Autuado em flagrante por tráfico de drogas e com mandado de prisão preventiva em aberto, ele foi levado para o Complexo de Delegacias de Feira de Santana ainda na noite de sexta-feira (18). “Mário Sérgio foi preso por tráfico de entorpecentes, no entanto, existe um processo criminal na cidade de Feira de Santana que atribui a ele a morte do pastor Alberto Lima. Foi instaurado um inquérito pela 2ª Delegacia e representada pela prisão preventiva dele que foi decretada pela Vara Criminal do Júri. Existe além do mandado de prisão por homicídio qualificado, um processo contra ele pelo delito de homicídio de Daniel dos Santos Silva, no dia 06 de maio de 2010”, contou o delegado.

COMPARTILHE