Planaltino: Homem é preso acusado de vender carne de cachorro na cidade
001

O suspeito, de boné rosa na foto ao lado, foi encaminhado para a Delegacia.

Um fato inusitado mexeu com o cotidiano calmo da cidade baiana de Planaltino na manhã desse sábado (23). Um homem foi detido por suspeita de vender carne de cachorro no mercadão da cidade, localizada no sudoeste da Bahia. O acusado chegou a dizer na delegacia que matou o cachorro de estimação porque ele estava “dando trabalho”. Uma senhora que comprou a carne, ao saber da situação, foi à unidade policial e devolveu a mercadoria, conforme informações do site G1.”Ele disse, primeiro, que era carneiro. Depois, falou que o cachorro era dele, que estava dando trabalho e, para não morder gente, matou. Uma senhora comprou e depois devolveu. Ele separou os pedaços. Estão aqui, dentro de um balde. Vai ser investigado se ele tem problemas mentais ou se é viciado em drogas”, disse um guarda municipal que acompanhou a situação. O suspeito, de boné rosa na foto ao lado, foi encaminhado para a Delegacia de Vitória da Conquista.

COMPARTILHE