Homicídio em Porto Seguro; vítima estava com mãos amarradas

O corpo de Dernival Francisco da Silva, de 57 anos, conhecido como “Zé Doido”, foi encontrado na última sexta-feira (31) em um sítio na zona rural de Porto Seguro, próximo à comunidade de Coqueiro Alto. Segundo peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT), as mãos da vítima haviam sido amarradas para trás e o corpo apresentava diversas perfurações de arma de fogo e arma branca. Uma guarnição da Polícia Militar já havia sido informada por populares que a casa de “Zé Doido”, no Coqueiro Alto, encontrava-se com as janelas abertas. Os policiais deslocaram-se até o local e constatou que o imóvel havia sido arrombado. A casa estava vazia. Lá os policiais encontraram a carteira com os documentos de Dernival. A vítima era natural de Jequié já tinha duas passagens pela polícia, uma por ter tentado agredir um policial com uma faca, em 2008 e outra por posse de arma de fogo, após ter sido acusado de ter feito alguns disparos no quintal da casa de sua vizinha. Com informações do Radar 64

COMPARTILHE