MORRE O PRIMEIRO POLICIAL CIVIL VÍTIMA DO COVID-19 NA BAHIA

 

Foto: Reprodução/SINDPOC

O investigador aposentado Derivaldo do Sacramento Borges, de 68 anos, morreu na última quarta-feira (20), após ser diagnosticado com coronavírus (Covid-19). Segundo o secretário geral do Sindicato dos Policiais Civis (SINDPOC), Marcos Maurício, o aposentado deu entrada no Hospital Português com quadro grave de insuficiência respiratória.

O sepultamento será realizado nesta quinta-feira (21), limitado a familiares. Derivaldo do Sacramento ingressou na Polícia Civil em 1977 e se aposentou em 2017, quando trabalhava na Delegacia de Repressão a Estelionato e Outras Fraudes (DREOF). O secretário geral do SINDPOC afirmou que o investigador foi a primeira vítima do coronavírus na categoria. Ele teme que os casos se multipliquem nos próximos dias.

“Estivemos na DEAM, de Brotas, que teve 20 pessoas afastadas. Dentre elas, a própria delegada titular. Além disso, tem quatro pessoas com suspeita de Covid-19 dentro do hospital, com problemas respiratórios. Na 5ª Delegacia, tivemos três casos; na 7ª Delegacia tem sete pessoas com suspeitas. A preocupação do Sindicato é que não nos tornemos um agente propagador do coronavírus.

Esses profissionais ficam nas delegacias e, na medida em que as pessoas chegam, pode ser transmitido. Estamos buscando junto à Polícia Civil o trabalho de desinfecção diário das unidades, testes rápidos para os policiais civis, para determinar quem está contaminado para poder afastar”, relatou.

COMPARTILHE