Política: Deputado acusa APLB de promover greve em Salvador por causa de eleições
Foto: Divulgação / AL-BA

Foto: Divulgação / AL-BA

O líder do Democratas na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), deputado Pablo Barrozo, acusou o Sindicato dos Professores (APLB) de deflagrar greve na rede municipal de Salvador por motivo “político e eleitoreiro”. Segundo o parlamentar, o grupo não se manifestou sobre os movimentos deflagrados por estudantes da rede estadual de ensino, que protestariam contra a falta de professores e por melhores estruturas. Segundo o deputado, “o objetivo da APLB, comandada pelo PCdoB, é tentar atingir a gestão do prefeito ACM Neto de olho nas eleições de outubro”. “Os partidos ligados ao PT e ao governador Rui Costa estimulam tanto a greve dos professores quanto dos servidores. A data-base da categoria em Salvador é só maio, mas já estão fazendo greve sem sequer debater nada com a Prefeitura. Já em relação ao governo da Bahia, onde a data-base é janeiro, o silêncio é geral, mesmo com essa crise na educação e a péssima situação das escolas estaduais”, criticou Barrozo.(Bahia Noticias).

COMPARTILHE