Política: Ex-ministro Negromonte caiu porque embolsava propina do PP, diz delator

11278788

Em delação premiada, Carlos Alexandre de Souza Rocha, um dos entregadores de valores a mando de Alberto Youssef, narrou conversas em que o doleiro se referia ao ex-ministro das Cidades Mário Negromonte como o “mais achacador” dentre os políticos que recebiam dinheiro. O delator afirmou que a saída de Negromonte da chefia do Ministério, em 2012, estava ligada ao fato de que o político do PP “roubava” dinheiro para ele mesmo e não para o partido, segundo conversas que teve com Youssef. Negromonte, que foi deputado federal pelo PP, deixou o Ministério das Cidades em fevereiro de 2011, após desgaste causado por sucessivas denúncias de irregularidades na pasta. O PP foi o responsável pela indicação de Aguinaldo Ribeiro, sucessor de Negromonte na época. Atualmente, Negromonte é ministro do Tribunal de Contas dos Municípios do Estado da Bahia. Carlos Rocha, conhecido como Ceará, prestou os depoimentos aos investigadores da Lava Jato entre fim de junho e início de julho de 2014 na Procuradoria-Geral da República (PGR). As declarações, homologadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF), foram mantidas sob sigilo na Corte até dezembro. *Com informações do A Tarde.

COMPARTILHE