Preso em Salvador, Bel Silva era um dos chefes do esquema de propinas da Odebrecht
Foto: Reprodução / Alô Alô Bahia

Foto: Reprodução / Alô Alô Bahia

O diretor da Odebrecht e ex-dono do restaurante Baby Beef, Hilberto Mascarenhas Alves da Silva Filho, conhecido como Bel Silva, foi preso preventivamente na manhã desta terça-feira (22) em Salvador. Em entrevista coletiva realizada na sede da Polícia Federal em Curitiba, a força-tarefa da Operação Lava Jato aponta ele como um dos chefes do Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht. Esta área da construtora era voltada exclusivamente para organizar e armazenar dados relativos ao pagamento de propinas em obras do governo federal, além de governos estaduais e municipais. “Existe um sistema informático de controle das proprinas”, explicou o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima. O presidente da construtora, Marcelo Odebrecht, era quem controlava o pagamento de propinas (veja mais). Bel Silva foi detido em sua residência, no bairro do Jardim Apipepa, como parte da 26ª etapa da Operação Lava Jato. Ele será levado para a sede da Polícia Federal em Curitiba em um avião comercial. Nesta fase, também foram cumpridos mandados de prisão preventiva contra Luiz Eduardo da Rocha Soares, Olivio Rodrigues Júnior e Marcelo Rodrigues. A Polícia Federal também prendeu temporariamente nove pessoas: Antônio Claudio Albernaz Cordeiro, Antônio Pessoa de Souza Couto, Isaias Ubiraci Chaves Santos, João Alberto Lovera, Paul Elie Altit, Roberto Prisco Paraíso Ramos, Rodrigo Costa Melo, Sergio Luiz Neves e Alvaro José Galliez Novis. (Bahia Noticias).

COMPARTILHE