Professores das universidades estaduais devem deflagrar greve nesta quinta-feira
xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.GfP0hkXr6n

Manifestação dos professores em 2014 | Foto: Divulgação / Aduneb

Os professores das universidades estaduais devem entrar em greve na próxima quinta-feira (7). Isso vai depender de a sugestão da diretoria da Aduneb (Associação dos Docentes da Universidade do Estado da Bahia) ser acatada pela maioria em assembleia geral com a participação dos docentes das quatro universidades (Universidade do Estado da Bahia – Uneb, Universidade Estadual de Feira de Santana – Uefs, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia – Uesb e Universidade Estadual de Santa Cruz – Uesc). A pauta de reivindicações de 2015 tem como ponto central o aumento do orçamento (no mínimo 7% da Receita Líquida de Impostos – RLI) e foi protocolada no governo em dezembro de 2014 – depois, reafirmada em 28 de janeiro. Após quatro meses, o governo do estado só abriu negociação quando mais de 500 manifestantes realizaram ato público na Secretaria Estadual da Educação e na Assembleia Legislativa, segundo a Aduneb. “Para os professores, desde então, apesar da aparente abertura do diálogo, o governo passou a utilizar da estratégia da enrolação”, diz a entidade.

COMPARTILHE