Brasil: Advogado e namorada são assassinados e jogados em lago em Minas Gerais
RTEmagicC_casalmortoMG_REP.jpg

Casal saiu para passeio e não retornou mais: bandidos ficaram com medo de serem reconhecidos

Os corpos de um casal que estava desaparecido em Minas Gerais foram encontrados nesta quarta-feira (8) em um lago na Serra do Cipó, próximo a onde eles foram vistos pela última vez. O carro das vítimas, queimado, também foi localizado. O advogado Alexandre Werneck Oliveira, de 46 anos, e a namorada, Lívia Viggiano Rocha, de 39, desapareceram durante uma viagem. Dois suspeitos foram presos na terça-feira (7) pelo crime.

Segundo o delegado Wagner Pinto informou ao G1, os dois foram mortos porque os bandidos temiam ser reconhecidos se os liberassem, já que ficaram muito tempo com as vítimas. Um helicóptero da Polícia Civil localizou os corpos por volta das 14h de hoje e bombeiros usaram um barco no resgate. Os corpos passarão por perícia em Belo Horizonte, quando a causa da morte será determinada com precisão.

O delegado informou que os dois criminosos armados abordaram o casal em um mirante na Serra do Cipó. Depois de dominá-los, levaram os dois para perto de uma ponte na entrada de Conceição do Mato Dentro. Eles roubaram pertences, cerca de R$ 170 e celulares das vítimas. Depois, mataram o casal e jogaram os corpos no Rio.

Os suspeitos presos têm 19 e 23 anos. Eles usaram uma moto no crime. Um adolescente que teria ajudado os dois a queimar o carro do casal ainda será ouvido. Os celulares das vítimas foram localizados – um estava com a mãe de um dos suspeitos e o segundo com a namorada do outro suspeito.

Crime

O casal saiu para fazer um passeio de carro na sexta (3) e não voltou mais. As buscas encontraram no domingo seguinte o carro deles, uma Hilux, sem as placas e totalmente queimado. Perto do carro, foram achados cartões e documentos. Os suspeitos foram presos ontem e em depoimento confirmaram os homicídios, segundo a Polícia Civil.

 Fonte: Correio.

COMPARTILHE