BRASIL: CACHOEIRA VOLTA A SER PRESO EM GOIÂNIA

“Cachoeira” chora no momento da prisão.

O contraventor Carlinhos Cachoeira foi condenado a 39 anos de prisão pelos crimes de peculato, corrupção, violação de sigilo e formação de quadrilha. Com a publicação da sentença, ele voltou a ser preso na tarde desta sexta-feira (7), em Goiânia. O mandado de prisão, expedido pelo juiz da 11ª Vara Federal, Alderico Rocha Santos, foi incluído na sentença de quase 500 páginas referente ao processo principal da Monte Carlo. O contraventor estava em casa quando foi surpreendido, por volta das 13h, pela Polícia Federal, em Goiânia. Seu advogado, Nabor Bulhões, informou que só vai se pronunciar após apurar o motivo da prisão. No último dia 21, Cachoeira deixou o presídio da Papuda, em Brasília, beneficiado por um alvará de soltura expedido pela 5ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Distrito Federal, após ter ficado nove meses detido.

COMPARTILHE