Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

BRASIL ULTRAPASSA 456 MIL MORTES POR COVID-19

((Foto: © Isaac Fontana/HU Londrina))
((Foto: © Isaac Fontana/HU Londrina))

O número de mortos por covid-19 no Brasil desde o início da pandemia chegou a 456.674 nesta quinta-feira (27). Entre a última quarta-feira (26) e esta quinta-feira (27), foram registrados 2.245 óbitos, segundo o Conselho Nacional de Secretários de Saúde. Além disso, foram registrados 1.099.196 casos ativos da doença. Ainda há 3.759 mortes em investigação.

O termo é usado pelas autoridades de saúde para casos em que o paciente morre mas a causa continua sendo estudada mesmo após a declaração do óbito. Já o total de pessoas infectadas desde o início da pandemia chegou a 16.342.162. Nas últimas 24 horas, foram confirmados 67.467 casos de covid-19. Ontem, constavam 16.274.695 casos da doença no painel de informações do Ministério da Saúde.

O número de recuperados chegou a 14.786.292, o que corresponde a 90,5% do total de pessoas infectadas com o vírus, de acordo com o balanço diário do Ministério da Saúde, divulgado na noite da última quinta-feira (26). A atualização é feita com base em informações disponibilizadas pelas secretarias estaduais de Saúde. Os números são em geral mais baixos aos domingos e segundas-feiras em razão da menor quantidade de funcionários das equipes de saúde para fazer a alimentação dos dados.

Já às terças-feiras os resultados tendem a ser maiores pelo envio dos dados acumulados. Entre os estados com maior número de mortes por covid-19, o primeiro é São Paulo, com 109.850. Em seguida, vem o Rio de Janeiro, com 50.125; Minas Gerais, com 39.784; Rio Grande do Sul, com 27.868; e Paraná, com 25.966. Logo após, estão Roraima, com 1.612 óbitos; Acre, com 1.652; Amapá, com 1.683; Tocantins, com 2.825; e Alagoas, com 4.679. Até o momento, foram distribuídas 96,5 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 a estados e municípios. Deste total, foram aplicadas 60,8 milhões, sendo 41,3 milhões da primeira e 19,5 milhões da segunda dose.

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM

Deixe uma resposta

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do UBAITABA URGENTE. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.