Conselho de Ética da Câmara aprova perda de mandato de Natan Donadon

deputado_corupto

Preso há cerca de cinco meses, o deputado federal Natan Donadon (sem partido-RO) pode novamente enfrentar um processo de cassação no plenário da Câmara dos Deputados. Nesta quarta-feira (27), o Conselho de Ética da Casa aprovou o requerimento do deputado José Carlos Araújo (PSD-BA), por 13 votos a 0, que pede a cassação do parlamentar que está detido no presídio da Papuda. Com isso, o processo por quebra de decoro parlamentar segue para o plenário da Câmara. No dia 28 de agosto, o plenário da Câmara rejeitou cassar o mandato de Donadon. Na votação, secreta, 233 parlamentares se manifestaram a favor da cassação, mas para isso eram necessários pelo menos 257 votos. Em seu relatório no Conselho de Ética,o deputado José Carlos Araújo argumentou que a manutenção do mandato de Donadon representa uma “ferida aberta” no Legislativo. “O parlamento está com uma ferida aberta, que necessita ser urgentemente tratada, para estancar a sangria da credibilidade. Não é compatível que um presidiário recluso em casa de correção em regime fechado por mais de 13 anos continue a ostentar o diploma parlamentar”, afirmou. Informações do G1.

COMPARTILHE