JORNALISTA JOELMIR BETING MORRE AOS 75 ANOS EM SÃO PAULO

Ele estava internado há mais de um mês tratando de uma doença autoimune

O jornalista Joelmir Beting morreu na madrugada desta quinta-feira (29) em São Paulo. Ele tinha 75 anos e estava internado há mais de um mês no Hospital Albert Einstein – desde domingo (25) em estado de coma, depois de sofrer um acidente vascular encefálico hemorrágico  Ele respirava com ajuda de aparelhos. Segundo a Folha Online, Beting morreu à 0h55 (horário de Brasília). O jornalista passava desde o dia 22 de outubro por um tratamento para combater uma doença autoimune. A morte foi comunidada pelo filho de Joelmir, o também jornalista Mauro Beting, que entrou ao vivo na Rádio Bandeirantes durante a madrugada com a informação. Beting também foi homenageado por Bóris Casoy, apresentador do “Jornal da Noite”, da Band, Natural de Tambaú, no interior de São Paulo, Beting é considerado um dos pioneiros da imprensa econômica do Brasil. Em 1970, ele passou a escrever uma coluna diária sobre o tema para a Folha de S. Paulo, publicada por 34 anos e reproduzida em mais de 50 jornais pelo país. Beting era formado em sociologia pela Universidade de São Paulo (USP).Ele passou ainda pelas emissoras Record, Bandeirantes, Globo, TV Gazera e Globonews. Desde 2004, Beting fazia parte do “Jornal da Band”, na Bandeirantes. Beting chegou a ser chamado de “Chacrinha da economia”, por evitar termos do meio e buscar uma linguagem mais fácil e acessível. “Não falo para a dona de casa, mas para a empregada dela”, chegou a dizer. Joelmir Beting era casado desde 1963 com Lucila, com quem teve dois filhos – além do jornalista Mauro, que trabalha como apresentador esportivo, ele é pai do publicitário Giangranco. Ele também é tio do jornalista Erich Beting. A informação sobre o enterro de Beting ainda não foi divulgada pela família.

Fonte: Correio

COMPARTILHE