LUTADOR DE MMA BRASILEIRO É MORTO A TIROS NA SUÍÇA

“Além de ser uma pessoa muita calma, ele era namoradeiro.

O segurança e lutador de MMA brasileiro Vagner Luis Cardoso, 34 anos, foi morto na noite do último sábado no apartamento que dividia com um amigo em Zurique, na Suíça. Segundo a imprensa suíça, uma mulher de 31 anos foi presa e confessou o crime. Amigo do lutador há 7 anos, o engenheiro Deividson de Souza, 32 anos, treina na mesma academia usada pelo brasileiro. Ele disse a “O Globo” que Vagner era carioca e morava há dez anos no país. Ele tinha um filho de 2 anos com uma suíça. A família de Vagner já foi informada sobre o crime. “Ele era segurança particular, ele fez até segurança do Lionel Messi quando ele veio para receber a Bola de Ouro aqui”, conta Deividson. No momento do crime, o brasileiro estava sozinho. “Ela entrou e, depois, os vizinhos escutaram seis tiros e três o acertaram. Os vizinhos o encontraram no corredor do prédio e chamaram a polícia. Não sei se ele tentou pedir ajuda, fazer alguma coisa. A polícia não deu muita informação, não sabe se foi uma ex-namorada. Só tem especulações”, contou. Segundo Deividson, o amigo não mencionava nenhuma namorada. “Além de ser uma pessoa muita calma, ele era namoradeiro. Tinha 1,90m, era um tipo que chamava atenção”, conta. O amigo diz que Vagner já tinha viajado para países como Lituânia, Rússia, Alemanha e Itália para participar de competições de MMA.

Fonte: Correio

COMPARTILHE