Buerrarema: Veja todas as fotos e vídeo do protesto que marcou a região com muito “quebra quebra” e atos de vandalismo
boasparagaleria_buerarema-2

Manifestantes queimaram vários veículos do governo

Pequenos agricultores, comerciantes, estudantes e trabalhadores rurais interditaram, nesta sexta-feira, a BR-101, em Buerarema, para protestar contra a ação violenta dos supostos índios tupinambás. Num período de 11 dias mais de 40 propriedades no sul da Bahia foram ocupadas. Segundo a polícia, em Buerarema, na região da Serra do Padeiro, os supostos índios agiram com mais violência.Foi lá que 10 homens fortemente armados espancaram quatro pessoas na noite de quarta-feira. Uma das vítimas foi o agricultor Agnaldo Souza Moreira, de 47 anos, que teve hematomas por todo o corpo e as costelas quebradas. A companheira dele, Meire Santos Nascimento, de 34 anos, teve o rosto queimado. Os fazendeiros afirmam que homens armados chegam aterrorizando, saqueando, assaltando, e incendiado as casas das fazendas. Os pequenos agricultores se queixam que as decisões judiciais nunca são respeitadas pelos supostos índios. O protesto durou mais de 6 horas e causou mais de 10km de congestionamento nos dois sentidos da BR-101. O movimento seguia tranquilo, até que um grupo passou a atear fogo em carros oficiais. Foram queimados quatro veículos, um do governo do estado, um da prefeitura de Pau Brasil e dois do governo federal, que transportavam índios de hospitais de Itabuna. O clima está cada vez mais tenso na região.

boa_jogando-pedranocarro boasparagaleria_buerarema-1 cesta-do-povo DSC_9648 DSC_9760 DSC_9763 editada_ozielaragao-500x333 ozielaragao_buerarema_povocorrendo seqvirandobuerarema seqvirandobuerarema2

 Texto: A Região/Fotos: Plantão Itabuna
COMPARTILHE