‘Chupa’: Acusado de 26 homicídios oferece R$ 100 mil para não ser preso

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.K-6RtJFdxJ

Apontado como autor de 26 homicídios, Washington David  Santos da Silva, 27 anos, foi apresentado pela polícia nesta terça-feira (21). Washington, conhecido como “Boca Mole” ou “Chupa”, estampava a carta 10 de ouro do Baralho do Crime da Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) e foi capturado neste sábado (18) em companhia de Evanildo da Silva, que tem um mandado de prisão em aberto por assalto a banco. Os homens foram abordados dentro de um carro roubado enquanto entregavam drogas em pontos de venda entre os bairros de Cajazeiras e São Caetano. No veículo, investigadores da 4ª Delegacia Territorial (São Caetano) encontraram uma metralhadora de origem italiana, um carregador com 19 projéteis, um saco com aproximadamente 1 kg de maconha e uma balança de precisão. De acordo com a Polícia Civil, a dupla não esboçou reação ao ser surpreendida pela equipe e ainda ofereceu R$ 100 mil para ser liberada da abordagem. “Chupa” é acusado de cometer crimes entre maio de 2011 e janeiro deste ano e ainda é investigado por mais outras 40 mortes – a maioria delas ligadas ao tráfico de drogas nos bairros da Jaqueira do Carneiro, da Capelinha de São Caetano e adjacências. Além disso, o homem é acusado de agir no controle e na distribuição de drogas e de participar de quadrilhas de roubo a veículos e a bancos. Com três mandados de prisão preventiva em aberto, “Chupa” foi autuado em flagrante por receptação de veículo, porte ilegal de arma de uso restrito e tráfico de drogas. Evanildo da Silva foi preso com um documento falso em nome de Jonas Gomes Ferreira e autuado pelos mesmos crimes.

Fonte: Bahia Noticias.

COMPARTILHE