Juazeiro: Câmara aprova voto aberto, reduz recesso e acaba com imposto para ônibus

voto_aberto

As manifestações ocorridas em Juazeiro, no Vale do São Francisco, durante os meses de junho e julho, ainda trazem reflexos para a política local, pressionado pelo movimento “O Vale Acordou”. Depois de trabalharem durante o recesso em convocação extraordinária, os vereadores voltaram às atividades nesta terça-feira (6) e aprovaram projetos da chamada “agenda positiva”. Em segundo turno, foi chancelada a proposta da gestão municipal de isentar de Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) as empresas de ônibus, o que viabiliza a redução do preço das passagens. Os vereadores também aprovaram mudanças no regimento interno da Casa, que não terá mais voto secreto e passa a ter recesso parlamentar 60 dias por ano, redução de um mês. “Os vereadores responderam à voz das ruas”, avaliou o presidente da Câmara de Juazeiro, Pedro Alcântara Filho (PR). Ele pretende marcar datas para receber os movimentos, mas admite que falta muito para atender todos os pedidos da população. “Temos um dívida social acumulada por dezenas de anos e nossa tarefa é responder com celeridade a estas cobranças”, destacou.Fonte: Bahia Noticias.

COMPARTILHE