Teixeira: Operação da Polícia Civil Capixaba desarticula quadrilha de roubo de carros

baiensed2

A Operação Dilúvio da Polícia Civil capixaba que foi deflagrada nesta terça-feira (1º/10) nos estados do Espírito Santo,  Bahia e Rio de Janeiro, objetivando cumprir mandados de prisão e apreender carros roubados, terminou alcançando as cidades de Teixeira de Freitas e Itamaraju, onde várias oficinas foram estouradas e centenas de peças de veículos foram apreendidas, além de carros e a detenção de 25 pessoas, mas somente 7 delas foram mantidas presas porque possuíam mandados de prisões decretados. A operação da Polícia Civil capixaba é resultado de uma investigação de 6 meses e ocorreu em parceria com a Polícia Civil da Bahia, através da 8ª Coordenadoria Regional da Polícia Civil de Teixeira de Freitas. Atuaram nas investigações e no desfecho dos trabalhos, agentes da DRFRVs – Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos de Itabuna e agentes da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos de Vitória e policiais da Superintendência do Interior da Polícia Civil do Espírito Santo, que se somaram 10 delegados e 70 agentes.

baiensed1

Conforme o delegado Danilo Bahiense, superintendente do interior da Polícia Civil do Espírito Santo e que comandou pessoalmente a operação na Bahia, havia 21 mandados de busca e apreensão, e 11 mandados de prisões para se cumprir somente em Teixeira de Freitas e Itamaraju, mas apenas 6 pessoas foram presas por mandados e mais uma que terminou presa circunstancialmente. Todos os mandados de prisões e mandados de busca e apreensão foram expedidos pelos juízes Marcelo Menezes Loureiro e Gustavo Grilo Ferreira, da Vara da Central de Inquéritos da comarca de Vitória. O grande acaso foi um Caminhão Ford Cargo de Placa MSC-7386 licenciado de Nova Venécia-ES., que foi roubado na noite anterior (30/09), em Pinheiros, cidade do extremo norte do Espírito Santo e foi encontrado com o chassi adulterado, com a sua carroceria contendo mais de 60 caixas de marcha e parcialmente sendo desmanchado já na manhã seguinte (1º/10), no quintal de uma casa no bairro Monte Castelo em Teixeira de Freitas e o dono do imóvel, de nome Santo Koelher, 54 anos, que possuía mandado temporário de prisão de 5 dias, acabou recebendo voz de prisão.

baiensed4

E a coincidência foi que durante a Operação Dilúvio, o delegado Danilo Bahiense prendeu no centro de Teixeira de Freitas numa outra circunstância, um foragido do Espírito Santo e que não estava no foco desta operação, que trata-se de José Carlos da Silva, o “Zé Paraíba”, 40 anos, um baiano de Ipiaú, procurado no Estado do Espírito Santo, onde possui vários mandados de prisão em aberto, acusado de chefiar uma quadrilha especializada em roubo de carros no território capixaba.

Cumpriu-se também a prisão do policial civil de Teixeira de Freitas, Luzinon Lopes de Amorim, 62 anos, que teve sua prisão decretada temporariamente por 5 dias pela justiça capixaba sob a suspeita de ligação com o caso investigado pela Polícia Civil do Espírito Santo, com o qual, em sua casa, foram encontradas três pistolas semi-automáticas calibre Ponto-40, sem a comprovação de origem. Todos as pessoas presas na Operação Dilúvio foram conduzidas na madrugada de hoje (02/10), para a Penitenciária de Viana, na região metropolitana de Vitória. Já o policial civil Luzinon Lopes de Amorim, permanecerá à disposição da justiça capixaba até posterior deliberação, mas sob a custódia da Corregedoria da Polícia Civil da Bahia. (Teixeira News).

COMPARTILHE