PETROBRAS NEGA PRESENÇA DE MANCHA DE ÓLEO NO ENTORNO DE ABROLHOS, NA BAHIA
Foto: Manu DIas | GovBa

Foto: Manu DIas | GovBa

Em sobrevoo realizado no fim da manhã desta quarta-feira (30), em helicóptero da Petrobras, com representantes do Ibama, da Marinha e do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Bahia (Inema), não foi identificada nenhuma mancha de óleo no entorno do Arquipélago de Abrolhos (relembre aqui). A companhia ressalta que não realiza nenhuma operação de exploração e produção de petróleo na área onde teria sido visualizada a mancha citada nos estudos da UFAL e da UFRJ. A Petrobras reitera, ainda, que análises realizadas pelo seu Centro de Pesquisas comprovaram que o óleo que atingiu o litoral do Nordeste não é produzido nem comercializado pela companhia. O petróleo é formado a partir da matéria orgânica contida em sedimentos, que foram depositados há milhões de anos. Essa matéria orgânica é constituída por restos de microorganismos que viveram em mares ou em lagos e apresentam em sua constituição moléculas características que os definem biologicamente e ambientalmente, chamados biomarcadores. Os biomarcadores das amostras de óleo recolhidas no Nordeste não possuem características compatíveis com os óleos provenientes de reservas do pré-sal.

Comente pelo Facebook
COMPARTILHE