Senado elege comissão do impeachment de Dilma na Casa
 Foto: Waldemir Barreto/ Agência Senado


Foto: Waldemir Barreto/ Agência Senado

O plenário do Senado aprovou, nesta segunda-feira (25), os 21 membros titulares e 21 suplentes da comissão especial que analisará o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff. O PMDB terá cinco titulares: Raimundo Lira (PB), Rose de Freitas (ES), Simone Tebet (MS), Dário Berger (SC) e Waldemir Moka (MS).

O bloco de oposição composto por PSDB, DEM e PV terá quatro vagas: Aloysio Nunes (PSDB-SP), Antônio Anastasia (PSDB-MG), Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) e Ronaldo Caiado (DEM-GO).

O bloco de apoio ao governo, composto por PT e PDT terá quatro vagas: Lindbergh Farias (PT-RJ), Gleisi Hoffmann (PT-PR), José Pimentel (PT-CE) e Telmário Mota (PDT-RR). O bloco moderador terá duas vagas: Wellington Fagundes (PR-MT) e Zezé Perrella (PTB-MG). O Demobracia Progressista com três vagas: José Medeiros (PSD-MT), Ana Amélia Lemos (PP-RS) e Gladson Cameli (PP-AC).

Bloco socialismo e democracia (PSB, PPS, PC do B e Rede, 3 vagas): Fernando Bezerra (PSB-PE), Romário (PSB-RJ), Vanessa Grazziotin (PC do B-AM). A Bahia será representada pela suplência do senador Otto Alencar (PSD-BA) na comissão.

COMPARTILHE