Tragédia: Homem mata 3 filhos, ex-esposa e em seguida se suicida

tragediafamiliar

Um homem identificado como Raimundo Ailon de Sousa Lemos, de 43 anos, matou os três filhos que estavam na cidade de Gurupi, em Tocantins, e, na segunda-feira (6), foi a Goiânia, matou sua ex-esposa identificada como Maria Divina Monteiro , de 30 anos, e em seguida suicidou-se. De acordo com informações do jornal O Popular, a irmã da vítima, Verônica Pereira de Sousa, registrou uma ocorrência na Delegacia da Mulher na segunda (6) à tarde, sobre o desaparecimento de Maria Divina. Segundo Verônica, os vizinhos viram o suspeito, chegando à casa da vítima. Minutos depois, o viram saindo no carro de Maria. Os moradores ainda contaram que ouviram brigas do casal durante o tempo que Raimundo ficou na casa.

A Polícia Civil (PC) foi até a residência da vítima na manhã de segunda-feira, e encontrou a casa arrombada, o gás ligado e fios elétricos soltos. Então a polícia entrou em contato com os policiais civis de Gurupi, onde o suspeito morava, e lá encontraram os corpos das três crianças. Os filhos, Welisson (13), Walina (12) e Pedro Henrique (3), passavam as férias com o pai no Tocantins. De acordo com informações da polícia, eles foram mortos, possivelmente vítimas de envenenamento. Os corpos foram encontrados sobre as camas, como se estivessem dormindo, porém já estavam em estado de decomposição. A polícia suspeita que as crianças foram mortas enquanto dormiam.

Após envenenar os filhos, Raimundo teria ido para Goiânia na tarde de segunda e sequestrado a ex-mulher, Maria Divina. A polícia encontrou o carro da vítima carbonizado, com os dois corpos fora do veículo, que seriam de Maria Divina e Raimundo. A suspeita é de que ele tenha a matado e em seguida se matou. A delegada do caso contou ainda ao jornal, que o casal viveu junto por 12 anos, mas haviam se separado há três meses. O motivo seria porque Raimundo era muito agressivo. Ana Elisa relatou também que há uma semana, Maria Divina teria postado uma foto no seu perfil em uma rede social com um possível namorado, o que teria deixado o ex-marido irritado. A mulher apagou a foto. Até o momento, os indícios apontam para um crime passional. O caso será investigado.

COMPARTILHE