TSE começa reunir provas para cassar chapa Dilma-Temer
Foto: Lula Marques/ Agência PT

Foto: Lula Marques/ Agência PT

A ministra Maria Thereza de Assis Moura, corregedora-geral da Justiça Eleitoral, autorizou nesta quarta-feira (20) o começo da produção de provas para dar embasamento ao pedido de cassação da chapa formada pela presidente Dilma Rousseff e pelo vice-presidente Michel Temer.

Esta fase é considerada longa e deve avançar o segundo semestre deste ano. Além dos depoimentos de testemunhas, as provas reúnem a perícia contábil em gráficas e fornecedores da campanha presidencial. “Por ora, entendo que o momento processual, à luz do devido processo legal, recomenda que se garanta o direito à produção da prova e não seu cerceamento”, afirmou Maria Thereza.

O TSE solicitou também série de documentos que tramitam na Justiça Federal de Curitiba, sob condução do juiz Sérgio Moro.

COMPARTILHE