2 DE JULHO – OPOSIÇÃO UNIDA EM ÚNICO BLOCO
Geddel afirma que é “possível” ter uma única candidatura a prefeito de Salvador (Por Felipe Campos/ Rafael Rodrigues)

Se para articular uma única candidatura para a Prefeitura de Salvador em 2012 ainda há questões a serem resolvidas, no cortejo do 2 de Julho a oposição ao governador Jaques Wagner (PT) decidiu marchar junta. Em um único bloco estavam o vice-presidente de pessoa jurídica da Caixa Econômica Federal, Geddel Vieira Lima, os deputados federais Lúcio Vieira Lima, Antônio Imbassahy (PSDB), Jutahy Jr. (PSDB) e ACM neto (DEM), e os ex-deputados José Carlos Aleluia (DEM) e João Almeida (PSDB). Em entrevista ao Bahia Notícias, Geddel afirma que é “possível” ter uma única candidatura: “Começar a conversar e estamos unidos em torno de um projeto para acabar com essa conversa mole de que para fazer um bom governo tem de ser do mesmo partido da presidente”, afirmou. Indagado sobre a predisposição do DEM de ter candidatura própria em Salvador, manifestada por ACM Neto, o peemedebista minimizou: “Não conversei isso com ele. Não crie intrigas, que você é muito jovem para isso”, disse, ao repórter do BN. Geddel sugeriu que a articulação política para a eleição municipal pode contemplar acordos para 2014. Na mesma linha, Imbassahy salientou: “(A união) significa que queremos marchar unidos ano que vem”, disse.

COMPARTILHE