ARATACA – CANDIDATO A PREFEITO PODE TER SIDO ENVENENADO

As suspeitas de envenenamento surgiram devido ao quadro de saúde de Rozano.

A polícia técnica deverá se pronunciar em 30 dias sobre as suspeitas de morte por envenenamento do vice-prefeito e candidato a prefeito de Arataca, Rozano de Sá. O político morreu no início da tarde deste sábado, 4, momentos depois de participar de ato político em Arataca e ser encaminhado para a Fundação Hospitalar de Camacan. Rozano não suportou as dores e faleceu na cidade sul-baiana.

As suspeitas de envenenamento surgiram devido ao quadro de saúde de Rozano. Familiares afirmaram que o político não apresentava problemas que pudessem provocar morte por infarto fulminante. A polícia técnica em Itabuna recolheu partes de órgãos do político para exames na capital baiana. Serão estes exames que vão indicar a causa-morte de Rozano.

De acordo com o site O Tempo, o enterro de Rozano está previsto para as 16h deste domingo, 5, em Arataca. O corpo do político é velado na igreja católica local.

(Pimenta)

COMPARTILHE