ADÉLIO É ABSOLVIDO EM AÇÃO SOBRE FACADA EM BOLSONARO
Foto: Tomaz Silva/ Agência Brasil

Foto: Tomaz Silva/ Agência Brasil

O garçom Adélio Bispo de Oliveira foi absolvido no processo que respondia por ter esfaqueado o presidente Jair Bolsonaro (PSL) em um ato de campanha na disputa de 2018. O juiz Bruno Savino, da 3ª Vara da Justiça Federal, em Juiz de Fora, entendeu que, apesar de haver elementos para a condenação, isso não poderia ocorrer por causa dos transtornos mentais que acometem o réu. Apesar de absolvido, Adélio será internado por tempo indeterminado, “enquanto não for verificada a cessão da periculosidade”. “Em razão das circunstâncias do atentado e da altíssima periculosidade do réu”, Savino impôs como tempo mínimo à internação três anos. Depois desse período, uma perícia médica deve avaliar se houve “cessação da periculosidade”. Conforme a decisão do juiz federal, Adélio Bispo de Oliveira deve ficar internado na penitenciária federal de Campo Grande (MS), onde está preso desde setembro de 2018. Com informações do Bahia.ba

Comente pelo Facebook
COMPARTILHE