ENTRE RIOS – AGRICULTOR FOI PRESO POR ABUSAR DA FILHA DE 13 ANOS

Em seu depoimento, “Pinga” afirmou que não reconhecia como crime o abuso cometido contra a filha e que faria tudo novamente.

O agricultor Ostílio de Almeida, conhecido como “Pinga”, 70 anos, foi preso, acusado de cometer abuso sexual contra a filha, uma adolescente de 13 anos.   Depois de várias tentativas, investigadores da Delegacia Territorial (DT) – Entre Rios, encontraram Ostílio escondido num barraco na zona rural de Araçás, pertencentes a familiares, que se negavam a colaborar com as investigações.   Testemunhas e familiares da menina ouvidas pelo delegado disseram que sabiam dos abusos sofridos pela vítima, iniciados quando ela ainda tinha 11 anos de idade. Disseram também que ele fazia ameaças de morte a quem o denunciasse. Exames médicos confirmaram os abusos. Em seu depoimento, “Pinga” afirmou que não reconhecia como crime o abuso cometido contra a filha e que faria tudo novamente.

COMPARTILHE