Esportes: Ciclista, medalhista brasileiro, morre atropelado em rodovia

001 (1)

O ciclista Claudio Clarindo, de 38 anos, morreu após ter sido atropelado enquanto treinava na Rodovia Rio-Santos, na noite de . O atleta, que estava acompanhado por outro ciclista, não resistiu aos ferimentos e acabou falecendo a caminho do hospital.  A dupla estava pedalando pelo acostamento da rodovia, na altura do km 244, quando um veículo que trafegava sentido Guarujá atravessou a pista contrária e atingiu os ciclistas, que seguia sentido Bertioga.  Jacob Amorim, de 32 anos, estava com o atleta no momento do acidente. Ele sofreu uma fratura no fêmur e teve de passar por uma cirurgia. Seu quadro, no momento, é estável. De acordo com a Polícia Rodoviária, o motorista dormiu ao volante, o que acabou acarretando o atropelamento. Clarindo e Amorim foram socorridos por equipes do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Movél de Urgência (SAMU). Ainda, segundo informações, os dois estavam utilizando os equipamentos de segurança no momento do ocorrido.  Em nota, o Hospital Santo Amaro informou que Claudio Clarindo deu entrada já em óbito, tendo sofrido parada cardio respiratória. Segundo publicação da Folha de S. Paulo, a assessoria do Hospital Santo Amaro, no Guarujá, afirmou que Claudio Clarindo sofreu uma parada cardiorrespiratória no local do acidente. Ainda segundo o jornal, uma mulher que testemunhou o acidente publicou em uma rede social que o motorista fazia manobras perigosas antes de acertar a dupla de ciclistas.  Clarindo era o coordenador de esportes de praia de Santos e ainda havia sido escolhido para carregar a tocha olímpica durante a passagem pela cidade do litoral paulista.

COMPARTILHE