GEDDEL DIZ QUE NÃO HÁ ‘RAZÃO’ PARA DEIXAR CARGO NA CAIXA E EVITA CONEXÃO COM 2014

Foto: Max Haack/ Ag Haack/ Bahia Notícias

O peemedebista Geddel Vieira Lima afirmou nesta quarta-feira (10) que, se depender dele, continuará como vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa Econômica, mesmo após anunciar apoio político ao candidato a prefeito do DEM, ACM Neto, líder do partido na Câmara e opositor do governo federal. “Não tenho razão para deixar cargo. As circunstâncias continuam as mesmas: o PMDB faz oposição no estado e apoia o governo federal. Eu teria que pedir [para deixar cargo] se decidíssemos apoiar Pelegrino, porque diriam que seria uma troca de favores”, argumentou Geddel. O dirigente ainda negou que a aliança firmada com Neto no segundo turno tenha como condição um apoio do democrata em 2014 ao projeto peemedebista de comandar o governo do Estado. “Não há gesto político sem consequências, mas firmamos compromisso para agora. Não coloquei condicionante. Por enquanto, meu compromisso é arregaçar as mangas e trabalhar pela eleição de ACM Neto; 2014 é quando 2014 chegar”, despistou.

(Fonte: Bahia Noticias)

COMPARTILHE