GONGOGI: JUSTIÇA ELEITORAL EXTINGUE PROCESSO E SAPÃO PERMANECE NO CARGO
Sapão foi reeleito em outubro.Fonte: Ubatã Noticias.

Sapão foi reeleito em outubro.Fonte: Ubatã Noticias.

A Juíza Eleitoral Fernanda Maria de Araújo Mello indeferiu, nesta quinta-feira (18), uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) ajuizada pelo candidato derrotado nas últimas eleições majoritárias Edvaldo dos Santos (PTC), o Kaçulo, em face do atual prefeito de Gongogi Altamirando de Jesus Santos (PDT), o Sapão. Kaçulo alegava suposta captação ilícita de sufrágio e pedia a cassação de diploma do prefeito. A magistrada anotou na sentença. “[…] para que haja condenação, a prova há que ser cabal, os testemunhos hão de estar livres de quaisquer contradições, incertezas e propósitos outros que não o esclarecimento da verdade”.Ainda na sentença, a magistrada completou: “Julgo improcedente o pedido formulado na presente ação, e extingo o processo com apreciação do mérito”. Com a decisão, permanece no cargo o prefeito Altamirando de Jesus Santos, reeleito em outubro para o segundo mandato à frente do executivo.

COMPARTILHE