GUARDA MUNICIPAL NEGA TER MATADO ADOLESCENTE EM ABRANTES

Segundo a polícia, laudos confirmaram que a garota foi vítima de violência sexual

O guarda municipal José Pereira da Conceição Júnior, 44 anos, negou ter raptado e matado a adolescente Adriane Melo de Jesus, 16 anos, em Vila de Abrantes, em junho deste ano. Pereira foi apresentado nesta sexta-feira (19) pela polícia como o principal suspeito pelo crime, pelo qual está preso.

Na delegacia, o guarda disse que nem sequer conhecia a vítima, mas ele foi reconhecido pelo namorado da adolescente, que estava presente quando a garota foi levada. Segundo a polícia, o criminoso agiu com uma farda que foi porteriormente identificada pela testemunha como sendo dos guardas municipais de Lauro de Freitas. O namorado de Adriane reconheceu o suspeito por foto e depois pessoalmente.

A adolescente foi encontrada morta, no dia 29 de junho,em um matagal, às margens da Estrada do Coco. Ela havia sido sequestrada quando estava junto ao namorado, na noite anterior.

O namorado da garota contou em depoimento que um único homem desceu de um Pálio preto dizendo que era policial. Após revistar o rapaz, ele obrigou a adolescente a entrar no carro e, ao sair, jogou o celular dela pela janela. Ainda de acordo com a polícia, o guarda municipal foi reconhecido pelo namorado da jovem.

COMPARTILHE